Barista Márcia Matta da Casa Pilão oferece dicas para fazer um bom café Eventos BaresSP 570x300 imagem
    curso-barista-arroba.gif

    Barista Márcia Matta da Casa Pilão oferece dicas para fazer um bom café

    7 dicas para o preparo do café

    Por XPress Comunicação | 17 de Janeiro 2011 - Publicado em 14 Janeiro 2011


    Quem nunca errou a dose na hora de preparar o cafezinho de todo dia? Por que o café na nossa mãe e da nossa avó muitas vezes é melhor que o nosso? Parece um ritual tão simples, mas para fazer um cafezinho gostoso, há alguns segredinhos básicos. A barista Márcia Matta da cafeteria Casa Pilão, juntamente com a equipe de pesquisa e desenvolvimento da Sara Lee, dona da marca Pilão, oferecem algumas dicas:

    1. Atenção às medidas. A proporção ideal é 4 colheres de pó bem cheias (80g) para 1 litro de água. Lembre-se: café leve não é “chafé”. O principal erro é adicionar muita água na extração da bebida ou pouco pó para uma determinada quantidade de água. Se você prefere um café naturalmente mais leve, já existe opção no mercado: o Pilão Sabor e Leveza. Se preferir um café mais encorpado, uma opção é o Pilão Intenso;

    2. Utilize sempre água pura e limpa, filtrada ou mineral;

    3. A água deve ser apenas aquecida, numa temperatura entre 90 e 95°C. Ou seja, desligue o fogo, ao primeiro sinal de fervura. A água não pode ferver, pois a perda de oxigênio altera a acidez do café e volatiza seus aromas;

    4. Cuidado ao guardar o pó de café. A embalagem fechada deve ser armazenada em um local fresco e limpo. Após aberta, é melhor conservá-la na geladeira, pois a baixa temperatura retarda a oxidação do pó. O café deve ser mantido longe de produtos químicos ou com odores fortes. Se a embalagem for do tipo “almofada”, é melhor descartá-la e colocar o pó em um pote hermético, conservando-o em geladeira. Agora, se a embalagem for a vácuo, você poderá mantê-la desde que esteja bem vedada;

    5. Café na térmica nem sempre é bom. Isso porque o café mantém suas características de sabores e aromas no máximo 1 hora se armazenado em garrafa térmica, desde que não esteja adoçado;

    6. Esqueça essa história de reaquecer o café. A bebida perde suas características originais de aroma e sabor ao ser resfriada e depois reaquecida;

    7. Adoçar com açúcar, adoçante ou puro? Para saborear o café e perceber suas diferentes características e nuances devemos tomá-lo sem açúcar. Se fizer questão, nunca adoce durante o preparo e sim nas xícaras, de acordo com a preferência de cada um que irá beber.


     

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo