Cervejaria Ideal promove cicloviagem gastronômica pelos campos da Alemanha Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner-salton.jpg

    Cervejaria Ideal promove cicloviagem gastronômica pelos campos da Alemanha

    Sócios da Cervejaria Ideal unem passeios de bicicleta com cervejas

    Por Mateus Diniz Omena | 30 de Janeiro 2019 - Publicado em 30 Janeiro 2019


    Em Janeiro, a Cervejaria Ideal abre as reservas para mais uma edição do Bike & Beer, projeto que une passeios de bicicleta com visitas à fábricas tradicionais e históricas da Alemanha.

    Como os passeios incluem paisagens espetaculares, castelos, visitas às cervejarias e muita festa, a cervejaria paulistana batizou o roteiro de viagem de Bike, Wine & Beer 2019. A cicloviagem tem início no dia 17 de Agosto e será guiada pelos proprietários do bar Steffen e Daniela Ohnemüller.

    A região de Rheigau foi escolhida pela Cervejaria Ideal como cenário do percurso, em razão do famoso cultivo e produção de vinho branco Riesling, além de icônicas cervejarias como a Koblenzer, em Koblenz e Vulkan em Mendig, importantes nomes no mercado de cervejas do país.

    Conhecida pelas cervejas de estilo Kölsch, a cidade de Colônia também está incluída no roteiro de viagem.

    Além dos passeios de bicicleta, os viajantes podem visitar a cidade de Düsseldorf de trem e degustar a escura cerveja “Alt”, nas cervejarias Schumacher e Uerige.

    Os guias e proprietários da Cervejaria Ideal, Daniela e Steffen Ohnemüller conhecem bem a região de Rheigau seus encantos não apenas pelas edições anteriores do Bike & Beer, mas, principalmente, pela suas fortes relações com a Alemanha. Steffen nasceu na região alemã do Rio Reno e desde jovem é apaixonado por cervejas e cicloturismo, unindo a atividade esportiva aos passeios gastronômicos. Além de ter vivido no país por muitos anos, Daniela tem grande conhecimento sobre os hábitos e a cultura da população de Rheigau.

     

    Percurso do tour

    1° Dia - 17 de Agosto (sábado): Chegada individual em Mainz

    Passeio pela cidade com os maravilhosos monumentos arquitetônicos e seus museus como o Museu Romano-Germânico e o Museu Gutenberg.

    No final da tarde, informação sobre o tour (Briefing) e entrega das bicicletas. E talvez uns primeiros chopinhos na microcervejaria “Eisbräu”.

     

    2° Dia - 18 de Agosto (domingo): Mainz – Rüdeshei,  de 35-50 km

    Bem vindo à Herança Cultural Mundial da UNESCO! No primeiro trecho o rio ainda flui devagar, formando belas ilhas e chegando a uma largura de até 800 mts. Passagem por vinícolas e vilarejos que vivem do vinho, como Eltville. O  destino de hoje é a famosa cidade de Rüdesheim que extrai seu sustento do vinho: há bares, restaurantes e um teleférico que leva o viajante a um mirante de perder o fôlego no topo das montanhas. À noite tem visita à mais famosa Festa de Vinho da região no centro histórico da cidade.

     

    3° Dia - 19 de Agosto (segunda-feira): RüdesheimSt. Goar cerca de 40 km

    O vale fica mais estreito agora onde fortalezas e castelos protegem o vale do alto das montanhas (a maioria pode ser visitada). Passeio em torno da famosa rocha “Loreley” que antigamente causou a morte de muitos marinheiros, diz a lenda que uma jovem loira penteava os cabelos em cima da rocha e desviava a atenção das tripulações.

     

    4° Dia - 20 de Agosto (terça-feira): St. GoarKoblenz, cerca de 35 km

    Passeio no vale romântico e estreito cheio de história. Em Boppard há a possibilidade de pegar um teleférico a um mirante no meio da floresta (“Vierseenblick” = Vista dos 4 Lagos). Pernoite em Koblenz onde o Rio Mosel encontra o Rio Reno, sensacional! Antes de chegar, tem visita à Cervejaria “Koblenzer” com possibilidade de degustar vários tipos diferentes de cervejas.

     

    5° Dia - 21 de Agosto (quarta-feira): KoblenzBad Godesberg cerca de 60 km

    A partir deste dia, o vale “se abre” e dá lugar a vinícolas, vilarejos, Biergärten (jardins de cerveja) e piscinas de águas termais. Neste ponto, há duas possibilidades de roteiro : pegar um desvio pelo interior para fazer um “Beerbreak” na Cervejaria “Vulkan” que possui as cavernas mais profundas do mundo para a maturação da bebida. Ou visitar o romântico vale do rio Ahr com os seus vilarejos e vinícolas centenários. Depois um pedal gostoso beira rio até Bad Godesberg.

     

    6° Dia - 22 de Agosto (quinta-feira): Bad GodesbergColônia (Köln), cerca de 45 km

    De manhã, passagem por Bonn, a antiga capital da Alemanha ocidental com muitos pontos turísticos. Durante a pedalada, as imponentes torres da catedral (Dom) já são vistas de longe. Como a etapa de hoje não é muito longa, sobra tempo para visitar o centro histórico e as famosas cerveja-rias “Früh” e “Päffgen”. A noite entrega das bicicletas.

     

    7° Dia23 de Agosto (sexta-feira): Colônia DüsseldorfColônia

    Passeio de trem (30 min) para a cidade de Düsseldorf. Caminhada pelo centro histórico, chamado popularmente de “o balcão mais comprido do mundo” por causa da enorme quantidade de bares. Visita à Cervejaria “Schumacher” com degustação da cerveja “Alt” na mais antiga cervejaria da cidade. Depois uma saideira na “Uerige” (www.uerige.de/en). Retorno de trem.

     

    8° Dia - 24 de Agosto (sábado): Partida após o Café da Manhã

     

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo