facebook tag
 
 
Octavio Café celebra o Dia Internacional do Café oferecendo dicas de preparo da bebida  Eventos BaresSP 570x300 imagem

Octavio Café celebra o Dia Internacional do Café oferecendo dicas de preparo da bebida

A cafeteria é a maior da América Latina e mundialmente reconhecida

Mateus Diniz Omena 

 

Amado no Brasil, enraizado na cultura e no cotidiano nacional, o café consolida-se como uma bebida soberana.

Essa paixão não é exclusiva aos brasileiros. Seja na forma de expresso, cappuchino, pingado, americano ou carioca, o café certamente é adorado no mundo inteiro. Trata-se da segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água.

O Brasil está entre os maiores consumidores da bebida. De acordo com Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), o produto é consumido por  9 entre 10 brasileiros com mais de 15 anos. Além disso, o país é o maior exportador mundial de grãos de café, tanto que 25% do café consumido no planeta são provenientes do Brasil.

Apesar de séculos de sucessos em produção e vendas, o café ainda não tem o seu dia mundial oficializado. Mesmo assim, em muitos países, incluindo o Brasil, o dia 1º de Outubro é considerado o Dia Internacional do Café, e cada país tem seu dia nacional para glorificar a bebida.

No clima das celebrações do Dia Internacional do Café, destaca-se o renomado Octavio Café. Além de ser a maior cafeteria da América Latina, o Octávio Café é um dos únicos que detém 100% de controle do processo da semente à xícara e possui as certificações internacionais mais importantes como a Rainforest Alliance e UTZ, graças a sua produção sustentável e seu foco na responsabilidade social do grão.

A Octavio Café oferece 12 tipos diferentes de métodos de preparo do café para que os amantes da bebida não deixem o 1° de Outubro passar em branco.

Preparo por Infusão:

  • Prensa Francesa: Infusão de água e café, filtrado por um êmbolo de metal. Realça o corpo e mantém os óleos essenciais. Método que extrai o maior nível de cafeína.

 

  • Clever: Combina infusão com gravidade, reforçando principalmente o corpo da bebida. Criado em 2009, método oriundo da experiência taiwanês com chás.

 

  • Turco: Fervido três vezes durante o preparo, oferece uma bebida intensa em corpo e sabor. Muito usado na “cafeomancia” é o método mais antigo de todos.

 

Preparo por Gravidade:

  • Cafeor: Filtrado, sem papel, produz uma bebida doce, aromática e rica em óleos. É um dos diferenciais no Octavio Café.
  • Kalita: Apresenta um suporte para filtro que possui uma base alargada e três furinhos. A bebida, com acidez acentuada tem extração uniforme devido ao filtro em formato de ondinhas.
  • Hario V60: Coador com relevos em espiral. Produz bebida limpa e suave, realçando as nuances do café. Criação japonesa, é a evolução do nosso coador de papel.
  • Coador de pano: Filtra todos os sólidos. A bebida é afetada pelos sabores de outras extrações, que ficam no pano. É o mais comum entre os preparos no Brasil.
  • Chemex: Sistema com design diferenciado e filtro triplo de papel. Produz bebida limpa, que realça acidez e aroma. Desenvolvido pela Bauhaus em 1941.   

 Preparo por Pressão:

  • Syphon Coffee: Mescla infusão e transferência térmica. Produz bebida potente e encorpada. Criado em 1840 durante uma expedição marítima francesa, une arte e ciência.

 

  • Moka Italiana: A extração acontece através da pressão da água quando entra em ebulição, produz bebida densa e encorpada. Método caseiro mais consumido na Itália.

 

  • Aram: 100% brasileira, portátil, sem uso de energia elétrica ou cápsulas. Essa cafeteira une design e tecnologia para fazer um espresso incrível. 

 

  • Aeropress: Passa por infusão e pressão de ar em uma câmara cilíndrica. Resulta em bebida suave e aromática. Criado em 2005 por um inventor de brinquedos nos EUA.

 

 
 
 
 

 

BaresSP   BR3   DisplayFun   BaresSP eventos