Piccolo Bistrot lança Temporada de Sorbets e Gelattos para o Verão Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner-site-youtube.jpg

    Piccolo Bistrot lança Temporada de Sorbets e Gelattos para o Verão

    Piccolo Bistrot lança "Temporada de Sorbets e Gelattos" para o Verão

    Por Cristiane Marchi (Word Brasil Comunicação Empresarial) | 17 de Novembro 2008 - Publicado em 17 Novembro 2008


    Com a chegada da estação mais quente do ano, o chef Sandro Sarbach, do Piccolo Bistrot, lança sobremesas que têm como atores principais os sorbets feitos na própria casa, de modo artesanal, além dos tradicionais sorvetes. Servidos em sabores exóticos como o de capim-limão, compõem deliciosas sobremesas ao lado dos acompanhamentos mascarpone, gianduia, chocolate ou papoulla, e bebidas como champanhe e vodka.

    De acordo com o chef Sarbach, os Sorvetes e sorbets são duas sobremesas parecidas, mas ao mesmo tempo diferentes. Ambos, geralmente, são bastante doces, refrescantes e de variados sabores, principalmente frutas. "A diferença está nos ingredientes, na adição de leite pasteurizado na produção de sorvete, sendo o sorbet feito somente com água, suco ou polpa de frutas, açúcar e aromas", ressalta.

    A oferta de sorbets inclui o sabor framboesa, preparado em três versões (com creme de mascarpone, calda quente de gianduia e chocolate meio amargo com frutas da estação flambadas ao Curaçao, com papoula e ao champanhe), Há, ainda, o Sorbet de limão à Vodka e o Sorbet de Capim-Limão com carpaccio de abacaxi.

    Os sorvetes da casa, embora terceirizados, também são artesanais. As opções de sobremesa da temporada compreendem o Sorvete com creme ao Whisky "Bourbon", "Sorvete de doce de leite com café expresso, rum e chantilly", "Sorvete de Mousse de chocolate com Morangos ao Aceto Balsâmico Envelhecido", "Figos Caramelados ao Aceto Balsamico" e "Mel com Sorvete de Macadamia".

    O sorbet, pelo chef Sandro Sarbach

    O sorbet possui uma história longa e misteriosa. Segundo citações do Antigo Testamento, consumir bebidas refrigeradas é costume desde a Antiguidade na Pérsia, no Egito e na Grécia. Naquela época, a Roma antiga já conseguia transportar o gelo (em forma de neve) e conservá-lo em poços fundos, cobertos por palha, até a chegada do verão, quando se usava um funil especial recheado de neve para gelar as bebidas.

    Segundo uma coleção de receitas do Século XI, no Oriente Médio preparavam-se sucos de fruta, xaropes e "sherbeth", que quer dizer bebida fresca, que pode ser considerado antecessor do nosso sorbet atual.

    Parece que o sorbet teve seu primeiro triunfo como "doce delícia" no ambiente aristocrático, em ocasião dos banquetes da familia De' Medici. Durante as intermináveis refeições daquela época, que incluíam até oito pratos entre entradas frias e quentes, pratos quentes de peixe, carne e caça e sobremesas diversas, serviam-se sorbet entre um prato e outro para limpar o paladar e ajudar na digestão.

    Apesar de os médicos expressamente não recomendarem o consumo de bebidas geladas, as receitas dos "Sorbettos" ou "águas congeladas", como eram chamados, foram aprimoradas e refinadas constantemente pelos chefs da época, que adicionaram frutas de outros continentes, especiarias, cacau e café.

    O sorvete nasceu, ao que tudo indica, na Itália. Mas foi na França que ganhou seu status. Não demorou a cair no gosto dos aristocratas franceses - tomar sorbet virou moda na corte. Rapidamente, o consumo de sorbet se espalhou também pela classe intelectual e na burguesia.

    A idéia de Procópio foi imitada nos quatro cantos da Europa e até em Nova York. As receitas continuavam a ser modificadas e incrementadas, até que um médico de Nápoles começou a juntar leite a sucos de fruta gelados e açúcar. Tinha nascido o gelato, o moderno sorvete. Mais cremoso, nutritivo e encorpado, caiu no gosto da grande massa e rapidamente robou a cena do sorbet. Com o avanço da tecnologia, a fabricação de sorvete em maior escala foi desenvolvida. A procura por sorvete naquela época era imensa e hoje continua assim, no mundo inteiro. A Itália por exemplo, tem 25 mil sorveterias artesanais.

    Sobre o chef

    Sandro Sarbach é um chef multicultural que começou a aprender a cozinhar com apenas 12 anos, de forma autodidata. Sua formação de chef e restaurateur foi na GastroSuisse, em Zurique. É também sommelier, pela Académie du Vin, também de Zurique. Sua experiência profissional foi no restaurante "A Pignatella", de cozinha regional e internacional, em Milazzo, na Sicília.

    Sobre o restaurante

    O Piccolo Bistrot é assim chamado para fazer uma brincadeira entre o italiano e o francês. O restaurante serve pratos das cozinhas contemporânea italiana e francesa. "O restaurante é pequeno, o que facilita o contato com os clientes que pedem para misturar ingredientes. O que fazemos sem problemas, quando a casa não está muito cheia," conta o chef Sandro.

    Em um ambiente pequeno, aconchegante, com decoração contemporânea, o clima romântico e intimista fica por conta das velas na mesa. Na casa você pode ser atendido também em inglês, italiano, francês e alemão, pelo simpático chef Sandro Sarbach e sua mulher Gisele Giardino. A casa, além do cardápio fixo tem um menu da semana variável.

    Cardápio das sobremesas

    Sorbet de framboesa com creme de mascarpone e calda quente de gianduia e chocolate meio amargo;

    Frutas da estação flambadas ao Curação com sorbet de framboesa e papoula;

    Sorbet de framboesa ao Champanhe;

    Sorbet de limão ao Vodka;

    Sorbet de capim-limão com carpaccio de abacaxi;

    Sorvete de creme ao whisky "bourbon";

    Sorvete de doce de leite com café expresso, rum e chantilly;

    Sorvete de mousse de chocolate com morangos ao aceto balsâmico envelhecido;

    Figos caramelados ao aceto balsamico e mel com sorvete de macadamia;

    Serviço

    Piccolo Bistrot
    Rua Tucuna, 689 - Perdizes - São Paulo
    Tel.: (11) 3872-1625 (aceita reservas)

    Funcionamento: terça-feira, das 19h à meia-noite. Quarta e quinta-feira, das 18h à meia-noite. Sexta-feira, das 18h à 1h. Sábado, das 12h30 às 15h30 e das 19h30 à meia-noite.

    Aceita os cartões de crédito Visa, American Express, Mastercard e Diners.
    Aceita os cartões de débito Visa Electron, Redeshop e Maestro

    Acesso ao salão do restaurante facilitado para deficientes físicos

    Possui área para fumantes

    Capacidade: 10 mesas e 42 lugares 

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo