São Paulo prepara Virada Cultural 2008 Eventos BaresSP 570x300 imagem
    Arroba_marketUp2.png

    São Paulo prepara Virada Cultural 2008

    Confira tudo sobre a Virada Cultural 2008

    Por Maria Fernanda Rodrigues | 25 de Abril 2008 - Publicado em 25 Abril 2008


    Vinte e quatro horas ininterruptas de atrações: música, dança e espetáculos de rua de vários estilos vão mobilizar o centro de São Paulo, na quarta edição da Virada Cultural, que acontecerá nos dias 26 e 27 de abril. O evento, promovido pela Prefeitura da Cidade por meio da Secretaria Municipal de Cultura, terá apresentações voltadas a todas as faixas etárias, das 18h de sábado às 18h de domingo, com destaque para os shows de Gal Costa, Cesária Évora, Fernanda Takai, Jorge Ben Jor, Marcelo D2, Zé Ramalho, Jair Rodrigues, Luís Melodia e Orquestra Imperial. Dos 26 palcos do centro, 24 funcionarão durante as 24 horas da Virada. As unidades do Sesc, CEUs (Centros Urbanos Educacionais) e Centros Culturais também vão sediar apresentações em outros bairros da cidade.

    A Virada Cultural foi inspirada em eventos europeus como a Nuit Blanche parisiense, um grande ponto de encontro artístico que agita anualmente a capital francesa, com atrações que seguem madrugada adentro. Em São Paulo, a Virada adquire características próprias e ganha uma dimensão maior a cada ano, mobilizando e emocionando quem observa o centro da cidade. Para esta edição, a expectativa de público é de mais de 3 milhões de pessoas, com arrecadação próxima a R$ 90 milhões para a cidade.

    + Acesse nosso Especial Virada Cultural São Paulo

    O evento será aberto às 18h de sábado, com a apresentação da cantora caboverdeana Cesária Évora, no palco principal, que este ano será montado ao lado da Praça Júlio de Mesquita. Cesária é uma das grandes expoentes da World Music e tem um estilo peculiar, apontado como uma variação do fado português. No mesmo local se apresentará a cantora Gal Costa, em um show com voz e violão, seguida por Zé Ramalho, Os Mutantes, The Gladiators, Teatro Mágico, Marcelo D2, Orquestra Imperial e Jorge Ben Jor.

    Seguindo a tradição, espetáculos de rua, instalações, artistas circenses e experiências visuais formarão uma verdadeira maratona cultural. Para promover a interação direta do público com os artistas, várias edificações vão sediar atrações como Teatro de Vertigem, Nau de Ícaros, Globo da Morte, Acrobático Fratelli e Irmãos Becker.

    Na esquina da Avenida Ipiranga com a Rua Araújo, será montado o “Palco das Meninas”, para a apresentação de novas cantoras da música popular brasileira, como Mariana Aydar, Marina de La Riva e Bruna Caram. Em homenagem a Nara Leão, a cantora Fernanda Takai, do grupo Pato Fu, interpretará o disco Onde brilhem os olhos seus.

    Já no Teatro Municipal serão realizadas releituras de discos históricos de grupos e cantores, entre eles o cantor Luís Melodia, que interpretará o álbum Pérola Negra, lançado em 1973. Outro destaque do teatro será o show de Jair Rodrigues, Fabiana Cozza e Zimbo Trio, que relembrarão os sucessos de O Fino da Bossa (1964). Pepeu Gomes, Paulo Vanzolini, Sá, Rodrix e Guarabira, Egberto Gismonti e Nana Vasconcelos também participarão das releituras no teatro.

    As “jam sessions” permanentes são outra novidade da quarta edição: em palcos especiais, vários músicos vão se suceder em seus instrumentos, formando uma roda contínua de improviso, durante as 24 horas do evento.

    Valorizando ritmos diversos, a Virada Cultural terá quatro novos palcos, voltados para música caipira, xote-reggae, black e hip-hop, este último representado por vários de seus precursores, como Thaide, DJ Hum, Doctors MCs, Rappin´Hood e Afrika Bambaataa. A exemplo da última edição, serão mantidos os palcos dedicados ao rock e à música dançante.

    O evento também oferecerá uma grande diversidade de títulos e sessões de longas e curtas metragens, exibidos nas tradicionais salas e cinema e também em espaços inusitados, como praças e telões armados nos palcos dos shows musicais. Além do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo (Praça Ramos de Azevedo) e das 24 Horas de Filmes do Minuto (Praça do Patriarca), o evento contará com uma seleção de sucessos da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com as apresentações de longas que se destacaram neste grande evento do cinema. O destaque é para a sessão de encerramento, com a exibição da comédia-dramática Vitus, do diretor suíço Fredi M. Murer – um longa-metragem ainda inédito comercialmente.

    A Virada Cultural 2008 conta com o apoio de parceiros como o SESC-SP, a Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria Municipal de Educação e São Paulo Turismo, que disponibilizaram vários espaços para as apresentações. Estabelecimentos que quiserem aderir ao evento com programação própria podem se inscrever pelo site www.viradacultural.org.

    Números
    Mais de 5 mil artistas se apresentarão nas 800 atrações do evento. Para aproveitar ao máximo essa festa, o público contará com 55 toneladas de som, 800 mil watts de potência e 8,1 KVAs de luz – o suficiente para iluminar oito Sambódromos de São Paulo. Serão mobilizadas 1,8 mil pessoas na produção do evento.

    Os serviços municipais terão seus horários estendidos: o Metrô funcionará por 24 horas ininterruptas. Parte do trânsito da região do Centro será desviada. Serão mobilizados 1,2 mil seguranças privados, 100 brigadistas, 30 ambulâncias, 2 quilômetros de grades e 350 banheiros químicos.

    Para o coordenador do evento, José Mauro Gnaspini, a Virada Cultural tem se tornado cada vez mais dinâmica. “A cada ano, a adesão de novos estabelecimentos vem aumentando, o que é um claro sinal de que a cidade já incorporou o evento e quer participar dele cada vez mais”.

    E a programação completa disponível no site: www.viradacultural.org

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo