Casa Santa Luzia realiza, em maio, a Semana da Alimentação Sem Glúten Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner-salton.jpg

    Casa Santa Luzia realiza, em maio, a Semana da Alimentação Sem Glúten

    Semana da Alimentação Sem Glúten. Confira as datas!

    Por Eliane Verbena | 11 de Maio 2010 - Publicado em 10 Maio 2010


    Antecedendo o Dia Internacional do Celíaco (17 de maio), a Casa Santa Luzia promove a Semana da Alimentação Sem Glúten entre os dias 11 e 15 de Maio. O evento acontece no Mezanino, espaço que abriga o setor de alimentos especiais da loja. Esta iniciativa visa atender uma parcela especial de sua clientela (consumidores com intolerância ao glúten e também àqueles que não consomem por opção alimentar), apresentando a variedade destes produtos que a Casa oferece.

    Sob supervisão do Serviço de Nutrição da Santa Luzia, durante toda a semana, entre 10 e 19 horas, acontecem degustações, ofertas, exposição diferenciada de diversos produtos e disponibilização de folhetos informativos. Vários alimentos de diferentes fabricantes serão degustados diariamente, entre eles granolas, barras de cereal, biscoitos, cokies, massa de arroz, pães, bolos, doces, cerveja e outros.

    As empresas produtoras de alimentos sem glúten que participam do evento na Casa Santa Luzia são: Tui Alimentos, Gaiatri, Quinua Real, Chico Geraes, Okoshi, Jasmine, Sabor Vital, Beers on the Table, Bem Nutrir, Doces Hué, Mil Sabores, Vitao, Nostro Campo, Cultivar Brasil, Renks, Marilis, Cia. Sem Trigo, Casarão, Blue Ville, Aminna, Good Soy, Bifum, Delizia, Vida sem Glúten e Presea Alimentos.

    Programação – degustações
    Horário: das 10h às 19h - Grátis
    Programação sujeita a alteração

    • 11/05 – terça-feira: Aminna (biscoitos e torradas), Good Soy (cookies e salgadinhos) e Vitao (granola).

    • 12/05 – quarta-feira: Gaiatri (granola), Chico Geraes (biscoitos) e Nostro Campo (maçã desidratada).

    • 13/05 – quinta-feira: Okoshi (doces, canjicas e salgadinhos) e Cultivar Brazil (cookies).

    • 14/05 – sexta-feira: Mil Sabores (fusilli com funghi Arnaboldi), Jasmine (cookies), Doces Hué (cookies),Sabor Vital (bolos e biscoitos) e Bem Nutrir (pães).

    • 15/05 – sábado: Tui Alimentos (massa de arroz e alfarroba), Quinua Real (barrinhas, cookies e granola), Beers on the Table (cerveja) e Vida sem Glúten (pães).

    Evento: Semana da Alimentação Sem Glúten
    Quando: De 11 a 15 de maio – terça a sábado - das 10h às 19h
    Local: Casa Santa Luzia - Mezanino
    End: Alameda Lorena, 1471 – Jd. Paulista – São Paulo/SP
    Tel: (11) 3897-5000 - www.santaluzia.com.br

    O glúten e a doença celíaca


    Glúten é uma proteína presente no trigo, aveia, centeio e cevada (deve-se também ter atenção ao malte, um derivado deste grão). O glúten confere elasticidade, plasticidade e adesividade, permitindo o crescimento, a maciez e boa textura das massas. De acordo com a Lei nº 8.543, de 23 de dezembro de 1992, é obrigatório informar nos rótulos dos alimentos a presença ou não de glúten nos alimentos, visto que diversas pessoas apresentam intolerância a essa proteína.

    Algumas pessoas possuem intolerância permanente ao glúten, conhecida como doença celíaca, que acomete indivíduos com predisposição genética, pois não conseguem digerir esta proteína. A doença geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e o terceiro ano de vida, podendo surgir em qualquer idade, inclusive no adulto. A ingestão de alimentos com glúten por essas pessoas provoca lesões no intestino, causando deficiência na absorção de nutrientes, vitaminas, sais minerais e água. Estas lesões melhoram quando o glúten é retirado da alimentação. Os sintomas mais comuns da doença são diarreia crônica, vômitos, distensão abdominal, perda de peso, atraso no desenvolvimento da estatura, irritabilidade, anemia, osteoporose e desnutrição aguda, decorrentes da má absorção de nutrientes.

    O tratamento da doença consiste em dieta isenta de glúten por toda a vida. Assim, os produtos derivados de trigo, centeio, cevada e aveia devem ser excluídos da dieta e substituídos por derivados de arroz, araruta, milho, além disso, os celíacos devem enriquecer a dieta com alimentos naturalmente sem glúten como frutas, sucos naturais, verduras, legumes, leguminosas, açúcar, carnes e outros. É importante ressaltar a dieta só deve ser adotada mediante supervisão médica ou de um nutricionista clínico.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo