Vendas do megashow do AC/DC será abertas hoje Eventos BaresSP 570x300 imagem
    experiencia-gastronomicas_banner_300x250.jpg

    Vendas do megashow do AC/DC será abertas hoje

    Vendas do megashow do AC/DC será abertas hoje

    Por Time For Fun | 01 de Outubro 2009 - Publicado em 25 Outubro 2009


    BLACK ICE WORLD TOUR
    Após oito anos sem sair em turnê mundial, o AC/DC volta à estrada com o megashow "Black Ice World Tour". A banda australiana, dona de inúmeros hits colecionados em seus 36 anos de carreira, subirá num imponente palco de 78m de comprimento e 21m de profundidade e dividirá a cena com uma locomotiva real de seis toneladas que se movimenta durante a apresentação. No total, serão necessárias 55 carretas para transportar toda a estrutura do espetáculo, com sistema de som e luz jamais vistos no país. A estrutura é maior, por exemplo, que a de outros megashows, como da cantora Madonna, realizado no ano passado no país.

    "Black Ice World Tour", que estreou em 28 de outubro de 2008, é o show de maior sucesso da atualidade e teve seus ingressos totalmente esgotados nos EUA, Noruega, Suécia, França, Bélgica, Alemanha, Holanda, Itália, Hungria, Espanha, Inglaterra, Portugal e Austrália. No total, o novo espetáculo do AC/DC já vendeu quase 2 milhões de ingressos no mundo.

    O público estimado para o show do Morumbi é de 65 mil pessoas.  A primeira visita do AC/DC ao Brasil ocorreu no primeiro Rock in Rio, em 1985. A turnê do álbum "Ballbreaker" trouxe o grupo de volta ao país onze anos mais tarde.

    O repertório da turnê terá como base o álbum "Black Ice" (Sony BMG), primeiro álbum de músicas inéditas em oito anos do AC/DC e o sucessor de "Stiff Upper Lip" (2000) - o 15° disco do grupo que atingiu 43 milhões de cópias e foi o 5° álbum mais vendido dos EUA. Além das músicas inéditas, o grupo promete os grandes sucessos que marcaram seus 36 anos de carreira.

    BLACK ICE WORLD TOUR EM NÚMEROS

    - O jejum de apresentações do AC/DC durou 5 anos e foi quebrado em 26 de outubro de 2008

    - Black Ice World Tour já vendeu quase 2 milhões de ingressos no mundo

    - O palco possui 78m de comprimento e 21m de profundidade

    - Uma locomotiva de seis toneladas e que se movimenta faz parte da cenografia

    - Serão utilizadas 55 carretas para transportar toda a estrutura do show

    - O público estimado para a apresentação no Brasil é de 65 mil pessoas

    - A turnê ganhou o prêmio de maior turnê do ano na 20th Annual Pollstar Concert Industry Awards, evento organizado pela principal publicação mundial do mercado de shows

    - Black Ice foi o primeiro trabalho inédito do AC/DC em oito anos

    - O álbum entrou para a história ao ocupar o primeiro lugar nas paradas, logo após seu lançamento, em 29 países

    - Black Ice vendeu 43 milhões no mundo e recebeu disco de Ouro no Brasil, Polônia e Holanda. O trabalho também recebeu disco Multi Platinum em 18 países e disco de platina em outros cinco.

    - A venda de 12 milhões de cópias em 2008 transformou o AC/DC no artista de maior vendagem em 2008, ultrapassando os Bealtles. Black Ice foi responsável por 6,5 milhões de cópias e os demais trabalhos por 5,5 milhões.

    AC/DC
    Com mais de três décadas de vida, o AC/DC não reduziu seu ritmo. A banda, como a própria eletricidade, provê o mundo com uma fonte essencial de poder e energia. Desde sua formação em 1973, o rock'n'roll do AC/DC fluiu pelo mundo por meio de turnês esgotadas e um total de mais de 200 milhões de álbuns vendidos e que continuam vendendo.

    Figurando em primeiro lugar de vendas no mundo do entretenimento global, o AC/DC vendeu aproximadamente 71 milhões de álbuns só nos EUA, fazendo da banda uma das "top five" em vendagem na história da música norte-americana. Um dos trabalhos mais reconhecidos do AC/DC, o sucesso "Back in Black", ganhou o "Double Diamond" da RIAA (Recording Industry Association of America), com a marca de 22 milhões de cópias vendidas nos EUA. A marca transformou o álbum no 5º mais vendido na história norte-americana.

    Apesar do sucesso nos EUA, o AC/DC tem suas raízes na Austrália. Os guitarristas Angus e Malcolm Young, a essência musical da banda, nasceram em 1958 e 1953, respectivamente, na cidade de Glasgow (Escócia). Em 1963, a família Young imigrou para Sidney (Austrália), lugar que deixou uma marca musical nos irmãos - George Young, irmão mais velho de Angus e Malcolm, foi membro do Easybeats e responsável por um dos primeiros hits internacionais australianos, "Friday on my Mind" (1966). De 1974 até 2000, George e seu parceiro musical, Harry Vanda, produziram vários discos do AC/DC como "High Voltage,," "T.N.T.," "Dirty Deeds Done Dirt Cheap," "Let There Be Rock," "If You Want Blood You´ve Got It," "Powerage," "´74 Jailbreak," "Who Made Who," "Blow Up Your Video," e "Stiff Upper Lip".

    Influenciados e encorajados pelo sucesso do irmão mais velho, Angus e Malcolm Young formaram a própria banda de rock e apresentaram seu inimitável som de guitarras em dezembro de 1973 na jam de ano novo do Chequers Club, em Sidney.

    Intitulando a nova banda de AC/DC - nome tirado do fundo da máquina de costura da irmã Margaret -, Angus e Malcolm saíram de Sidney e foram para Melbourne em busca de um vocalista que combinasse com o "estilo maníaco" de tocar guitarra da dupla. O recém-nascido AC/DC fez uma audição com Bon Scott, que estava trabalhando como motorista e roadie da banda em Sydney. A banda escolheu Scott, que também era escocês e havia se mudado para a Austrália muito jovem, como o vocalista. Assim, o AC/DC estava pronto para eletrizar o mundo.

    George Young apresentou o AC/DC ao selo australiana Albert Records. A banda detonou no lançamento do seu primeiro álbum, "High Voltage" (1974), uma versão um pouco diferente do "High Voltage" lançado nos EUA, e "TNT" (1975). Ambos os discos ganharam discos de prata, ouro e platina na Austrália. Após os lançamentos dos discos, o AC/DC embarcou um regime implacável de turnê.

    Depois de conquistar seu primeiro continente em 1976, o AC/DC partiu para a Grã-Bretanha. A banda se apresentou no prestigiado Marquee Club e quebrou os recordes de vendas do local. Os dias de pequenas casas ou locais alternativos estavam contados. O primeiro lançamento mundial da banda, "Let There Be Rock" (1977), catapultou o grupo para os shows em estádios e preparou o AC/DC para a América. "Let There Be Rock" foi o primeiro álbum a usar o inconfundível logo da banda, feito em letras góticas metálicas separadas por um raio inspirado em Zeus.

    O AC/DC passou o verão de 1977 se apresentando em festivais americanos e em
    locais como Palladium (Nova Iorque), CBGB (Nova Iorque), Whiskey (Los Angeles) e Jacksonville Coliseum. Em 1978, o AC/DC já despontava como uma das grandes bandas de rock do mundo. O grupo se juntou ao produtor Mutt Lange em 1979 e criaram a obra-prima do hard rock, "Highway to Hell" - primeiro álbum do AC/DC a entrar no top 100 americano e ganhar o disco de ouro nos EUA. Em novembro de 79, a banda foi a Paris para filmar ao vivo o show "Let The Be Rock".

    No dia 19 de fevereiro de 1980, o vocalista Bom Scott morreu, aos 33 anos, em Londres (Inglaterra). Recuperando-se do choque de ter perdido um dos seus integrantes, os demais membros da banda decidiram que havia um único tributo apropriado para Bom Scott: seguir adiante e fazer música que o vocalista gostaria que a banda fizesse.

    Os vocais foram assumidos por Brian Johnson, um inglês de Newcastle. De volta ao estúdio com Mutt Long, o AC/DC criou "Back in Black", um dos álbuns mais vendidos entre todos os gêneros musicais de todos os tempos. A faixa "You Shook Me All Night Long" ajudou o álbum a ficar em 1° lugar nas paradas do Reino Unido e em 4º lugar nos EUA.
     
    Ao longo da década de 80 e 90, o AC/DC continuou lançando álbuns de sucesso, acompanhados turnês esgotadas e grandes performances em shows e festivais "Monsters of Rock", Castle Donington, "Rock in Rio" e "Rock Around The Bloc 1991", evento gratuito em Moscou (Rússia) que atraiu milhares de fãs. 

    O 14° disco do grupo, "Stiff Upper Lip", foi lançado em fevereiro de 2000. No dia 15 de setembro de 2000, o AC/DC conquistou a Calçada da Fama. As marcas das mãos dos integrantes estão em frente ao Guitar Center, na Hollywood Boulevard.

    O AC/DC foi indicado no Hall da Fama do Rock no dia 10 de março de 2003. A cerimônia teve participação de Steve Tyler (Aerosmith) que cantou "You Shook Me All Night Long" com o AC/DC. Na ocasião, Tyler descreveu os poderosos acordes e o rock'n'roll da banda como: "O trovão vindo de cima que gera a segunda onda mais poderosa que pode fluir por meio do seu corpo".

    Depois de oito anos sem lançar material inédito, a banda de hard rock lança "Black Ice" em outubro de 2008. A banda também anunciou a turnê mundial do álbum. "Black Ice World Tour" já vendeu quase 2 milhões de ingressos e teve seus shows esgotados em países como EUA, Noruega, Suécia, França, Bélgica, Alemanha, Holanda, Itália, Hungria, Espanha, Inglaterra, Portugal e Austrália. No roteiro da turnê também está Porto Rico, Canadá, Nova Zelândia.

    DISCOGRAFIA

    2008 - Black Ice
    2000 - Stiff Upper Lip
    1995 - Ballbreaker 
    1990 - The Razor´s Edge
    1988 - Blow Up Your Video
    1986 - Who Made Who
    1985 - Fly On the Wall
    1983 - Flick Of The Switch
    1981 - For Those About To Rock We Salute You
    1980 - Back In Black
    1979 - Highway To Hell
    1978 - Powerage
    1977 - Let There Be Rock
    1976 - Dirty Deeds Done Dirt Cheap
    1976 - High Voltage
    1975 -  T.N.T. 

    Serviço AC/DC - BLACK ICE WORLD TOUR
    Realização: TIME FOR FUN
    Local: Estádio do Morumbi - Praça Roberto Gomes Pedrosa, nº 1 - Morumbi - São Paulo (SP)
    Site:  www.showacdc.com.br
    Telefones para informações: (11) 2846-6010
    Venda a grupos: 2846-6232 / grupos@t4f.com.br
    Única apresentação: 27 de novembro
    Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos a 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); 16 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados)
    Capacidade: 65.000 lugares
    Meio de Pagamento Preferencial: Credicard
    Acesso para deficientes
    Ar condicionado


    PREÇOS DE INGRESSOS

    NORMAL

    MEIA-ENTRADA


    PISTA

    R$ 250,00

    R$ 125,00


    CADEIRA INFERIOR

    R$ 250,00

    R$ 125,00


    CADEIRA SUPERIOR

    R$ 300,00

    R$ 150,00


    ARQUIBANCADA VERMELHA ESPECIAL

    R$ 190,00

    R$ 95,00


    ARQUIBANCADA AZUL/VERMELHA

    R$ 170,00

    R$ 85,00


    ARQUIBANCADA LARANJA

    R$ 150,00

    R$ 75,00

     

    - Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário.

    - Clientes dos cartões Citibank, Credicard e Diners pagam em 3 vezes sem juros no cartão.
     
    - Clientes dos cartões Citibank, Credicard e Diners que efetuarem compra via internet ou telefone Ticketmaster até 72 horas antes do evento serão isentos de taxa de entrega.

    ABERTURA DAS VENDAS

    As vendas serão abertas no dia 1º de Outubro nos seguintes horários, de acordo com os locais:

    * Internet - Ticketmaster http://www.ticketmaster.com.br
    , a partir da 00:01 (meia-noite e 01 minuto)
    * Telefone - 2846-6000 (São Paulo) e 0300 789 6846 (outras cidades), às 9h
    *Pontos de Venda Ticketmaster
    http://www.ticketmaster.com.br/shwPDV.cfm, às 10h
    *Bilheteria Oficial (Credicard Hall), às 12h (meio-dia)

    LOCAL DE VENDA - SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

    Credicard Hall - diariamente, das 12h às 20h - Av. das Nações Unidas, 17.955 Santo Amaro - São Paulo (SP)

     

    LOCAIS DE VENDA - COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

     
    Pontos de venda no link: www.ticketmaster.com.br/shwPDV.cfm
     
    Central Ticketmaster: por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega) - (11) 2846-6000 ou 0300 789 6846, das 9h às 21h - segunda a sábado.
     
    Pela Internet: http://www.ticketmaster.com.br  (entrega em domicílio - taxas de conveniência e de entrega)
     
    Formas de Pagamento:
    Dinheiro, cartões de crédito American Express, Visa, MasterCard, Diners e Cartões de Débito Visa Electron e Rede Shop.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo