JazzNosFundos e JazzB lançam campanha para não fecharem as portas Eventos BaresSP 570x300 imagem
    experiencia-gastronomicas_banner_300x250.jpg

    JazzNosFundos e JazzB lançam campanha para não fecharem as portas

    Clubes de jazz iniciam campanha de financiamento coletivo

    Por João Pimenta | 26 de Outubro 2020 - Publicado em 26 Outubro 2020


    O JazzNosFundos e o JazzB tentam sobreviver desde março, após o fechamento em função da pandemia. E para reverter essa situação, as casas lançam uma campanha de financiamento coletivo, através da plataforma Benfeitoria. 

    A campanha está no ar desde o dia 14 de outubro e termina em 29 de novembro. São três metas a serem alcançadas, sendo a primeira para concluir pagamentos de funcionários e colaboradores e pagar parte do aluguel; a segunda para quitar os aluguéis até dezembro e pendências finais com fornecedores e colaboradores; e a meta 3 para regularizar um empréstimo em banco, cujo pagamento foi suspenso durante a pandemia e impostos atrasados. Qualquer pessoa poderá fazer uma contribuição através do link benfeitoria.com/jazz.  

    As recompensas para quem contribuir vão desde um agradecimento no site dos espaços, ou em placas com os nomes dos benfeitores, camisetas, vinhos, obra de arte do fundador do JazzNosFundos e do JazzB e artista plástico Máximo Levy, até mesmo opções de clube de sócios com um par de ingressos por mês para shows durante um ano inteiro, assim que as atividades das casas forem retomadas. 

    “Durante todos esses meses, trabalhamos nos bastidores vendendo o estoque de bebidas, procurando por parceiros, tentando linhas de crédito em instituições públicas e privadas, submetendo projetos em editais, produzindo conteúdo on-line, mas sem sucesso”, conta Maximo Levy. E conclui, “Agora, chegamos no nosso limite e precisamos de ajuda para não só encerrar os pagamentos que iniciamos em março, mas também para continuar nosso sonho de ser o palco dos mais talentosos instrumentistas do Brasil e do mundo.”

     O JazzNosFundos nasceu em 2006 e o JazzB em 2013. As casas tornaram-se conhecidas pela originalidade por suas instalações artísticas e pela ótima música. Em quase 15 anos de história, centenas de músicos realizaram mais de 5.000 shows nesses espaços que já receberam mais de 300.000 pessoas.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     



    topo