Como montar um restaurante Eventos BaresSP 570x300 imagem
    cursos_bartender_300x250.gif

    Como montar um restaurante

    Confira os principais pontos para investir no setor de restaurante

    Por Michelly Lelis | 26 de Maio 2020 - Publicado em 26 Maio 2020


    Como qualquer outro empreendimento, abrir um restaurante é preciso ter um grande planejamento para garantir o êxito. Entrar no setor de bares e restaurantes precisa estar preparado para lidar com a concorrência, problemas inusitados e ainda analisar o mercado e suas tendências que estão em constante mudança. É um investimento alto que, se houver falhas, pode trazer prejuízos e falir o negócio em pouco tempo. Confira agora como montar um restaurante:
     

    Planejamento 

    Conhecido como planejamento ou plano de negócios, é uma estrutura primordial para dar início ao negócio. É importante que o negócio forneça uma gama variada de produtos e proporcionar preço justo aos clientes, além de todos os esforço e dedicação do empreendedor. Portanto, conferir pontos como a localização e público-alvo são importantes. Estar atento ao fluxo de pessoas no local, seja próximo as universidades ou centros comerciais, possui maiores chances de conquistar o público. 
     
    Definir o tipo de restaurante é uma escolha do empreendedor e, diante dos objetivos, fornecer o que há de melhor. Estudar a concorrência também é essencial. Fazer uma pesquisa geral na cidade e ver com quem está competindo, quais os preços e serviços oferecidos, localização do atendimento, entre outros pontos. Com as informações, pode buscar ser o diferencial no mercado, inovar e chamar a atenção dos clientes. 
     
    Fazer um estudo de viabilidade é muito importante para que o negócio que, mal começou, não vá por água abaixo. É necessário analisar a quantia que pode investir e não extrapolar a condição. Após o cálculo do valor que pode ser aplicado no restaurante, procure calcular detalhadamente cada gasto e as expectativas de lucro e em quanto tempo será recuperado o valor aplicado.
     
     

    Legislação e documentação

    As partes burocráticas devem ser feitas assim que estiver tudo preparado. Com a realização de registros nos órgãos responsáveis, o negócio poderá agir dentro da lei, garantindo que o empresário não possua multas ou sanções. Portanto, é preciso fazer registros nos órgãos:
     
    • Secretária da Receita Federal, para obter CNPJ;
    • Entidade Sindical Patronal;
    • Caixa Econômica Federal para cadastramento da Conectividade Social – INSS e FGTS
    • Secretaria Estadual de Fazenda;
    • Corpo de Bombeiros Militar, para realizar vistoria no negócio;
    • Fiscalização da Vigilância Sanitária.
     
    Além dos registros nos órgãos públicos, também é necessário arcar com impostos ao decorrer do negócio, como:
     
    • IRPJ (Imposto de Renda da Pessoa Jurídica);
    • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços);
    • PIS (Programação de Integração Social);
    • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
    • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
    • INSS (contribuição para o Instituo Nacional do Seguro Social).
     
    Caso o negócio trata-se de uma Microempresa (ME) ou uma Empresas de Pequeno Porte (EPP), poderá ser feito de maneira Simples Nacional. O Simples é um regime de tributação que permite o pagamento facilitado de impostos. Já o ME pode ter faturamento anual de, no máximo, R$360 mil. Já o EPP não pode ultrapassar o ganho de R$3.6 milhões por ano.
     

    Tipo de restaurante 

    Além de preparar todo o plano de negócio e legislação, é preciso que o empresário também tenha atenção ao tipo de restaurante que está sendo feito o investimento. O self service, por exemplo, é um dos destaques, um modelo de atendimento em constante aprimoramento, proporciona praticidade e facilita na escolha de refeição. Apesar que o peso por quilo é especificado nos anúncios, o consumidor também é atraído por saber do quanto irá gastar e que não irá perder tempo com filas extensas. Oferecer um pacote, com a bebida incluída, é um diferencial, além do um cardápio sortido e uma ambientação confortável.
     
    Já os restaurantes tradicionais ou à la carte, pode trabalhar ou não com reserva. Neste atendimento, o garçom possui um importante função, já que é funcionário que irá servir o cliente. Para montar esse tipo de restaurante é necessário maior dedicação e sofisticação, além da originalidade, desde a maneira como os funcionários se vestem às cores dos pratos. Lembre-se de que, quando mais sofisticado o ambiente, maior o grau de exigência. 
     
    Os restaurantes típicos são aqueles que oferecem comidas próprias de um determinado país. É um investimento considerado arriscado, por diversos fatores. Um deles, é porque o local precisa ser bem mais estudado do que a dos outros tipos até então citados. Dentro as comidas mais consumidas, se destacam a francesa, italiana e a japonesa. Outra opção é a investir na culinária regional, como a baiana e a mineira. Há outros tipos de restaurante, como o delivery, fast-food e rodízio. São negócios que também são uma boa escolha e são procurados pelo público.
     
     

    Equipe e estrutura

    Definir a estrutura e equipe para o negócio é outra etapa importante. Ter um time de funcionários bem alinhada, faz total diferença no atendimento e, logo, o cliente se sente satisfeito e aumenta as chances de que ele retorne ao espaço. Além disso, é também necessário a pesquisa de fornecedores. Aqueles escolhidos são os maiores parceiros. O cuidado com a alimentação começa na origem de cada produto, portanto, é importante realizar uma boa seleção de fornecedores também. 
     
    Ambiente também faz parte de toda a estrutura. Arquitetura, design, cores, decoração, espaço, número de lugares devem estar de acordo um com o outro, além estar correspondendo ao público-alvo. O clima faz a diferença e os clientes podem permanecer ainda mais no local e recomendá-lo. Pense no tamanho do local e a disposição que as mesas devem ficar para que tenha boa circulação. 
     

    Equipamentos

    A seleção de equipamentos é essencial. É preciso levar em consideração que a apreciação do restaurante é tão importante quanto a comida vendida. Por isso, é fundamental investir em itens de boa qualidade, que evitem problemas e gastos desnecessários com manutenção, trocas e reparos. Alguns itens básicos de equipamentos são:
     
    • Fogão industrial;
    • Freezer e geladeira;
    • Bancada em inox;
    • Utensílios de cozinha em inox;
    • Mobiliário e utensílios para o salão;
    • Equipamentos para administração. 
     

    Tendências

    Como já dito anteriormente, fique atento em relação as tendências gastronômicas, principalmente ao iniciar o negócio. Nos últimos anos, por exemplo, há tendência de servir pratos especiais para pessoas com restrições alimentares ou veganos. É claro, realize uma pesquisa para saber se existe público para manter o negócio, mas se houver e a concorrência for pequena, pode ser um bom investimento. 
     

    Promova o restaurante

    Quando o negócio já estiver com suas atividades, uma boa apresentação, é essencial promover o estabelecimento. Assim, os clientes podem se interessar em visitar o local e tornar freguês, por exemplo. Redes sociais são importantes: com uma página no Facebook e Instagram em ação, com bom engajamento, é possível conquistar o público. Aposte nas atualizações diárias, promova sorteios, fotos de pratos etc.
     

    Gestão e gerenciamento 

    Aplicar um sistema de gestão pode agilizar diversos processo e fluxos de trabalho. É possível controlar o estoque de maneira confiável, conferir relatórios de venda por período, cadastrar clientes, produtos, ofertas, entre outros pontos. Sendo um restaurante grande ou pequeno, o sistema de gestão traz diversos benefícios. 
     

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Vorus
    Gin Theros
    Vinícola Salton
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Makro
    Ecograph
    Santa Monica
    Blend Express
    Inove
    MarketUp
    Ouro de Kaffa
    Astoria
    Italian Coffee
    Studio Cris Paola
    Visite São Paulo
    Madalena
    Vem! Plast
    BeerSenses
    Casa Flora
    Paulaner
    Rj Carrinhos
    Franco Bachot
    Mobili Center Mesas e Cadeiras
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo