Meu Sushi: São Paulo ganha o primeiro restaurante fast food saudável com todas as iguarias da culinária japonesa Eventos BaresSP 570x300 imagem
    bsp-arroba-CursoGestao-300x250px.gif

    Meu Sushi: São Paulo ganha o primeiro restaurante fast food saudável com todas as iguarias da culinária japonesa

    São Paulo ganha o primeiro restaurante fast food saudável

    Por Angélica Cobra  | 12 de Fevereiro 2009 - Publicado em 12 Fevereiro 2009


    O Meu Sushi – restaurante especializado em culinária japonesa contemporânea – estreia na cidade com vários diferenciais, dentre eles o conceito de healthy fast food (comida rápida e saudável). Tudo foi projetado para que as iguarias sejam servidas com muita rapidez e qualidade, denominadas Grab‘n Go (pegar e levar) e Grab‘n Eat (pegar e comer, sem perder tempo). Com o auxílio de nutricionistas, o cliente monta o pedido de acordo com o seu hábito alimentar. Na entrada da loja, um freezer com quatro repartimentos classificam as refeições nas categorias Esporte (Lilás), Leve Light (Branco), Nada Cru (Marron) e Roxo (Meu Sushi), que dispõe de todas as iguarias da culinária japonesa.


    No cardápio, tem opção Vegetariano (Verde), nas divisões Veggie (que contém alimentos com derivados da carne) ou Vegan (para quem não consome nenhum tipo do derivado), que podem custar (R$ 17,90, R$ 21,90 ou R$ 29,90). Já no modo Do Seu Jeito, o cliente monta o pedido entre os 16 tipos de combinados de sushi (R$ 25,90), sashimi (R$ 34,90) ou misto (R$ 29,90). Outra exclusividade do restaurante é o uso do Bentô (caixa de origem japonesa onde é servida a refeição). Além de prático, o recipiente foi criado para que o cliente transporte a sua refeição para onde quiser, como é popularmente usado no Japão.
     

    + Confira nosso Especial Dia do Sushi


    Quem tem um pouco mais de tempo pode fazer a refeição em um dos dois ambientes do restaurante e aproveitar outras opções exclusivas do cardápio. Localizado em uma das ruas mais famosas dos Jardins, o Meu Sushi fica em um charmoso sobrado, que aproveita bem todos os espaços. No 2º andar, há um lounge, que serve como espaço para eventos, onde os clientes podem organizar festas de aniversário, happy hour ou encontros para até 15 pessoas. A casa tem capacidade para receber 85 pessoas, entre 28 mesas e seis lugares no balcão.


    Cozinha – Diferentemente da maioria dos restaurantes japoneses, a cozinha do Meu Sushi é comandada por uma mulher, a sushiwoman Rosana Nakamura. Com dupla cidadania - brasileira e japonesa -, a jovem de 36 anos tem fama pela qualidade de seu arroz, contrariando a teoria de que mulheres não podem preparar sushis por conta da temperatura quente das mãos. Com tanta experiência, ela garante que têm mãos frias e muito talento na gastronomia japonesa. "Meus pratos são impecáveis tanto no sabor quanto nas apresentações", afirma. Rosana preparou um cardápio com diversos combinados, entre eles o Meu Sushi 3 (3 sashimis de atum, 4 sashimis de salmão, 2 niguiris de atum, 2 niguiris de salmão, 2 uramakis de salmão completo, 1 futomaki Meu Sushi, 1 gunkanmaki de shimeji e 1 gunkanmaki de salmão Joe - R$ 23,90) e o Esporte 3 (3 sashimis de atum, 4 sashimis de salmão, 2 niguiris de atum, 1 niguiri de camarão, 2 gunkanmaki de salmão Joe, 2 futomaki MEU SUSHI e 2 uramakis de salmão top – R$ 23,90), refeição idealizada para os que praticam atividade física regulamente.
     

    + Acesse também nosso Canal Restaurantes
    + Confira nosso Canal de Restaurantes Japoneses


    Para agregar mais talento ao negócio, o restaurante contratou a consultoria gastronômica "O chef e as meninas", de Fernanda Cestari e do chef Zé Maria. Especializada em estruturar restaurantes, foi responsável pelo desenvolvimento dos pratos quentes, montagem da cozinha, escolhas de utensílios e contratação de funcionários. Com tanto empenho, desenvolveu os exclusivos Yakissoba Meu Sushi (macarrão de yakissoba ao curry com abobrinha e camarão - R$ 33,90) e o Atum com purê de wassabi (R$ 33,90).


    Apetitosas atrações – Com preços atrativos, o objetivo é conquistar um público que busque qualidade e acessibilidade. E não faltam no cardápio apetitosas opções. As entradas aguçam o apetite. Dentre elas, destaques para o Rolls de soja (textura de soja com cream chesse e tomate seco, envolta em nori - R$ 18,90) e o Bolinho Veggie (textura de soja com nozes e hortelã - R$ 18,90). Além do tradicional Guioza (R$ 12,90) e o Shimeji ao sakê na manteiga com cebolinha (R$ 18,90). As delicadas Robatas (abobrinha, berinjela, brócolis, quiabo ou cebola - R$ 3,90) e os generosos temakis garantem a satisfação do cliente. Destaque para o Temaki Meu Sushi (atum e salmão frescos cortados em cubos grandes com cebolinha, cream chesse e lascas de salmão skin grelhado e crocante - R$ 11,90). No cardápio, opções tradicionais como o Temaki de Salmão Simples (R$ 9,90). Para os mais exóticos, o especial Temaki Ebi Tamagoyaki (camarões escaldados, uma fatia de tamagoyaki, gergilim e molho tarê Meu Sushi - R$15,90). Já para os apreciadores de Uramaki, a casa oferece sete opções, dentre elas, o Uramaki de Polvo (polvo escaldado com molho tarê Meu Sushi e gergelim torrado - R$ 15,90).


    Para quem gosta de uma boa salada, as opções ficam por conta da Salada Oriental (mix de folhas com frango desfiado, wonton e molho de gengibre com shoyo - R$ 18,90) e Salada Thai (mix de folhas com kani, manga e pepino ao molho agridoce - R$ 17,90). Os grelhados especiais são o Camarão confitado com frutas grelhadas (R$ 32,90) e o Frango com shimeji e rúcula (R$ 26,90). Entre as sobremesas, o Gaspacho de morango com gengibre e sorvete de creme (R$ 9,90) e a Manga grelhada com calda de maracujá e sorvete de creme (R$ 10,40) são as opções refrescantes. Para os chocólatras, foi criado o Mouse de chocolate alpino com sorvete de creme (R$ 11,90).


    No almoço, refrigerante à vontade – Na hora do almoço, o refrigerante de máquina (R$ 3,40) funciona no sistema refil, sem cobranças extras. O cliente pode repetir quantas vezes quiser. Para quem prefere bebidas naturais, a dica é o suco Meu Sushi (abacaxi natural, clorofila orgânica da Amazônia e hortelã – R$ 4,90). O indispensável Sakê pode ser em dose no copo quadrado (nacional – R$ 10,90 ou importado – R$ 12,90) ou da forma mais tradicional, como degustação na cerâmica japonesa tirada do freezer (nacional – R$ 29 ou importado – R$ 38,90). São também sugeridas Caipirinhas de Sakê ou Vodca nos sabores morango, limão, abacaxi e kiwi (nacional – R$ 10,90 ou importado – R$ 13). A casa também oferece opções de cervejas, como Stella Astois (R$ 5,90) e Cerpa exportação (R$ 6,50).


    Diferencial – Alimentação saudável, com qualidade, é o lema do Meu Sushi. Para isso, o fisiologista Laerte Kawauchi, especialista em medicina ortomolecular, faz treinamentos semanais com as nutricionistas para que estejam preparadas para orientar os clientes. O profissional, que já preparou as equipes de natação dos clubes Pinheiros e Hebraica para as olimpíadas de Atlanta, nos EUA, afirma que a culinária japonesa é a escolha perfeita para as pessoas fisicamente ativas. "Para o desenvolvimento muscular, a combinação do peixe (proteína) com o arroz (carboidrato), proporciona o equilíbrio perfeito. O shoyo é cardioestimulante e a raiz forte e gengibre abrem os brônquios que resultam em uma respiração mais eficaz. É indicado tanto para antes, quanto para depois dos treinos", explica.


    Sustentabilidade – Para minimizar o impacto ambiental, todas as embalagens (EcoBox) têm revestimento de papel-cartão biodegradável. Os plásticos são feitos com base em celulose, que biodegrada organicamente. O processamento do peixe será feito no próprio local, o que evita transporte da matéria-prima e emissão de CO². Os clientes poderão neutralizar as emissões de carbono de suas refeições. Através de parceria com a Recicleiros, será possível patrocinar programas de reflorestamento que tem como objetivo reduzir o nível de dióxido de carbono na atmosfera, além de recuperar áreas degradadas de mata atlântica.


    A casa - O projeto arquitetônico foi desenvolvido por Bruno Batistela, do renomado arquiteto Roberto Migoto, em que foi feito um trabalho de reconstrução do espaço, resultando na idealização dos salões, do lounge no terraço e montagem da cozinha. Já o ambiente interno é assinado pelo designer gráfico Samuel Werczler, em que o mar e o ar foram usados como inspiração. Werczler desenvolveu ainda as estampas dos copos, da caixa do hashi e da caixa-box. Na trajetória do profissional, trabalhos para empresas como Nestlé Gold, Natura, Adidas e Intel.


    Em todo o restaurante, existe um sistema de exaustor que neutraliza os odores do ambiente. Já no primeiro piso, um mídia indoor garante a exibição de clipes em vídeo arte em seis televisões de LCD. Serão veiculados trabalhos de artistas, ações de marketing e propagandas de marcas parceiras ligados ao cotidiano do Meu Sushi. Os vídeos serão desenvolvidos pela Bosón Media. Em toda a loja, há conexão de internet wireless free aos clientes.


    Inspiração – O administrador e gourmet Lucas Ribeiro é um amante da gastronomia. Fascinado pelo bem estar e pela saúde, sempre idealizou um lugar onde fosse possível fazer uma alimentação saudável, sem perder tempo. Após fazer um levantamento e detectar a demanda para este negócio, decidiu abrir o seu restaurante com essas características. Ao lado do sócio, o cineasta Diogo Ely, partiu para a empreitada. Foram muitas viagens ao exterior até que chegaram ao conceito fast food saudável para a culinária japonesa. Além de Lucas e Diogo, outro sócio do projeto é o especialista em gestão de sistemas de informação, Leandro Saran.


    E foi na lenda japonesa Issum Boshi - O pequeno Samurai, que o sócio Diogo Ely encontrou inspiração para idealizar o Meu Sushi. A fábula conta a história de um menino, do tamanho de um polegar, que decide tentar a vida na cidade grande e se torna um herói. Com apenas três centímetros, o garoto alcança seus objetivos e luta contra um Oni (inimigo do herói nas lendas japonesas). "Issum é pequeno, porém, tem um grande coração e muita coragem. Quando decidiu deixar sua cidade natal, sabia que iria enfrentar grandes desafios. Com muita cautela, dando um passo de cada vez, conseguiu vencer suas lutas", explica Diogo. É com o mesmo pensamento de Issum que os sócios do Meu Sushi acreditam nesta empreitada.


    Serviço:
    MEU SUSHI
    Endereço: Al. Campinas, nº. 1.179
    Telefone: (11) 3717-2008
    Capacidade: 85 pessoas
    Horário de funcionamento: De segunda à sexta, das 11h30 às 15h30 e das 19hs às 00h; Sábado e Domingo, das 12hs ao último cliente.
    Pagamentos: Todos os cartões. Visa Vale, VR e Ticket até às 16hs
    Estacionamento pago com manobrista: R$ 12
    Acesso para deficientes

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo