A excelência do camarão equatoriano Eventos BaresSP 570x300 imagem
    arroba-banner-ecograph.gif

    A excelência do camarão equatoriano

    Equador fornece o melhor camarão do mundo atualmente

    Por Michelly Lelis | 14 de Agosto 2019 - Publicado em 14 Agosto 2019


    Atualmente, o Equador possui o setor camaroeiro – produção de camarões – como o mais dinâmico, se tornando fornecedor do melhor camarão do mundo, além de ser considerado líder mundial desta técnica. Há mais de quarenta anos, o país iniciou o cultivo de camarão utilizando água salgada que, desta forma, foi o primeiro país da América a aproveitar do recurso inesgotável e inaproveitável pela agricultura e produção pecuária, e ainda assim, produzir proteína.

    Durante todo o seu período, o setor camaroeiro equatoriano soube fechar o ciclo de cultivo da espécie, assim como adaptar as técnicas para disseminar a presença de doenças, reduzir o impacto ambiental e desenvolver cultivo de baixa densidade, levando a otimização de recursos. Com um bom relacionamento com o meio ambiente, o sistema de cultivo de camarão equatoriano se torna único no mundo, proporcionando ao consumidor final uma melhor qualidade.

    Ao falar em números representativos, o setor camaroeiro possui produção e volume de exportação com 213 mil hectares em produção; 120 mil camarões/hectare; 426 mil toneladas exportadas; e 2.8 bilhões USD em vendas. Por conta de sua localização privilegiada, o Equador pode realizar em média 3,5 colheitas por ano, no qual realiza diversas exportações, sendo o segundo maior exportador de camarão do mundo, ficando atrás apenas da Índia.

    Possuindo o Chile, Holanda, Japão, Vietnã, Estados Unidos, China, Espanha, França, Reino Unido, Bélgica, Itália, Colômbia e Coreia do Sul como os principais destinos de exportação, a carga são transportadas através de containers refrigerados de 40 pés embarcados com ao redor de 1.100 caixas master de camarão; cada caixa master com 10 caixas de 2 kg. Durante o transporte, a indústria do camarão equatoriana utiliza a tecnologia Blockchain para a rastrealidade do produto, tornando-se a primeira a adotar o método.


    Experiência: como dito, o Equador foi o primeiro do continente americano a iniciar a produção de camarão. Atualmente, se trabalha com um sistema de produção que otimiza o uso de recursos, gerando proteínas de alta qualidade.

    Alimentação: o produto que se utiliza para alimentar o camarão é resultado de inúmeras esforços de pesquisa e desenvolvimento para imitar a dieta natural, garantindo que permaneça saudável e traga benefícios importantes para a saúde dos consumidores.

    Produção de baixa densidade: com o sistema de produção de baixa densidade, o setor camaroeiro cultiva de 8 a 15 larvas por metro quadrado, número baixo em comparação aos demais países. Com maior espaço, as larvas se alimentam e crescem mais saudáveis se tornando alimento de melhor qualidade.

    Ciclo fechado de produção: há 10 anos, foi realizado o fechamento do ciclo de cultivo de espécie nativa, substituído por captura de camarões silvestres por laboratórios de larvas. Dessa forma, é possível selecionar os melhores camarões, melhorar a produtividade e a excelência da produção.



    Clima: as condições climáticas do Equador permitem que haja uma produção de camarão de excelente qualidade durante o ano todo, o que garante um abastecimento seguro tanto no mercado local como nos mercados internacionais.

    Reflorestamento: apesar de ser um produto que permanece no mar, o setor de camarão também tem trabalhado na reflorestação de manguezais sob a supervisão do Ministério do Meio Ambiente do Equador. Já foram reflorestados mais de 2.200 hectares de manguezais.

    Camarão: com o crescimento sustentado da agricultura de camarão permitiu que o marisco se localizasse em segundo lugar nas exportações não petroleiras, tornando-se então, o segundo produto de exportação não petroleira.

    Sustentabilidade: o sistema de produção permite o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico, respeito das normas ambientais e sanitárias e a geração de bem-estar para a comunidade. Logo, se busca gerar benefícios para a sociedade e para as gerações futuras.

    Além disso, o Pro Ecuador, é um Escritório Comercial do Governo do Equador, com sede em São Paulo que fornece constantemente informação para os importadores brasileiros sobre as empresas equatorianas habilitadas para exportar ao Brasil, ou seja, empresas certificadas por Pro Ecuador com DIPOA aprovado pelo MAPA.

    Pro Ecuador
    Escritório Brasil: Rua Bela Cintra, 904 - 2º andar Cj 21 - São Paulo - SP - Brasil
    Telefone: +55 (11) 2769-1999
    Email: ocesaopaulo@proecuador.gob.ec
    Site: www.proecuador.gob.ec
    Twitter / Instagram: @proecuador
    Facebook: @institutoproecuador

    Fonte: Camarão do Equador.

     

     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo