Exportação de Cachaça para alguns mercados europeus cresce em 2020 Eventos BaresSP 570x300 imagem
    arroba-moni.gif

    Exportação de Cachaça para alguns mercados europeus cresce em 2020

    IBRAC e Apex-Brasil vão investir R$ 3,4 milhões em promoções

    Por João Pimenta | 20 de Janeiro 2021 - Publicado em 20 Janeiro 2021


    As exportações de Cachaça cresceram em 2020 para alguns países europeus, de acordo com dados do Comex Stat, compilados pelo Instituto Brasileiro da Cachaça - IBRAC, mesmo com o cenário desafiador.

    A Alemanha importou 1,10 milhão de litros de Cachaça em 2020, um volume 2,74% maior do que em 2019. A variação anual foi de 6,44%, passando de US$ 1,25 milhão em 2019 para US$ 1,33 milhão em 2020. Em comparação, as exportações para a França aumentaram em 9,45% em valor e em 24,53% em volume.

    Considerando os números totais, o Brasil exportou 5,57 milhões de litros da bebida em 2020, número 23,9% menor do que em 2019, quando foram vendidos 7,33 milhões de litros. Esse volume representou um faturamento para o setor de US$ 9,5 milhões em 2020 - 34,8% menor em relação ao ano anterior.

    Algumas iniciativas, como a parceria do Instituto Brasileiro da Cachaça com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) fortalecem a promoção do setor. No final de 2020, a execução do Projeto "Cachaça: Taste the New, Taste Brasil" foi renovada, com ações previstas para o biênio 2020/2022, que incluem rodadas de negócios, participação em feiras internacionais e eventos com jornalistas e formadores de opinião.

    "A renovação e continuidade do projeto desenvolvido em parceria pelo IBRAC e pela Apex-Brasil tem o objetivo de consolidar o reconhecimento da bebida no mercado externo como um destilado genuinamente brasileiro e de qualidade internacionalmente competitiva", diz Carlos Lima, diretor executivo do IBRAC.

    "A Cachaça é uma bebida cuja história se confunde com a do próprio Brasil e com qualidade comparável a dos grandes destilados que são produzidos internacionalmente. Os bons resultados apresentados em alguns mercados e o potencial da bebida no cenário externo, reforçam a importância das ações de promoção internacional da Cachaça para a abertura de novas oportunidades para um segmento que envolve produtores que vão desde micro, pequenas, médias até grandes empresas, distribuídos por diversas regiões do país", finaliza Carlos Lima.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo