Tudo sobre absinto Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner-salton.jpg

    Tudo sobre absinto

    Tudo sobre absinto a bebida mais misteriosa dos destilados

    Por Michelly Lelis | 31 de Março 2020 - Publicado em 31 Março 2020


    Uma das bebidas mais conhecidas da história, o absinto também é a mais misteriosa de todos os tempos. Confundido como licor, o absinto é um destilado, geralmente verde devido a clorofila das ervas. Hoje, a bebida possui mais de 50 marcas de absinto original produzidos principalmente na França, Suíça, Espanha e República Tcheca. A bebida é considerada uma das mais fortes, com teor alcoólico que varia entre 45 a 85%, embora nenhum produto comercializado ultrapasse dos 74%, assim, é de extrema importância que seja apreciado com moderação.
     

    A origem do absinto

    A erva absinto já era utilizada no século XV na Grécia Antiga com fins medicinais. Naquela época, os médicos, filósofos e matemáticos recomendavam a erva embebida em vinho, mas cada um utilizava a bebida para um tratamento diferenciado, ficando conhecido como “o remédio para todas as doenças”. Não se sabe quando a erva deixou de possuir fins medicinais e passou a ser um destilado. Dizem que em 1792, a bebida como se conhece hoje, deixou de ser apenas uma receita caseira e se tornou um medicamento oficial nas mãos de um grande médico francês. Tal receita fez grande sucesso que um homem, Major Dubied, comprou a receita do médico e começou a produzi-la em larga escala.
     

    O mistério do absinto

    A erva absinto possui a tujona, uma substância psicoativa parecida com o THC. Esta substância pode alterar a percepção sensorial, ativando a região criativa do cérebro, como também pode causar alucinações, hiperatividade, tremores e fraqueza muscular. No entanto, a bebida absinto não possui a capacidade de levar uma pessoa a sentir os efeitos citados, já que durante o processo de destilação a quantidade de tujona diminui consideravelmente. Além disso, é muito comum a bebida ser relacionada com uma fada verde. O símbolo representa um conceito de inspiração poética e iluminação artística, um estado de espírito livre e de novas ideias. Essa liberdade era totalmente repudiada para os grandes artistas dos séculos passados e, apreciar o absinto, era forma de sair dos conceitos morais e sociais impostos pelo Governo e atingir a inovação artística.
     
    O destilado também é conhecido por possuir um ritual no momento do consumo, o La Louche. Para isso, é necessária uma taça para absinto, uma colher de absinto, um cubo de açúcar e água gelada; com isso é preciso colocar uma dose de absinto na taça e a colher sobre a taça em posição horizontal. No meio da colher, é posto o cubo de açúcar e pingos da água gelada por cima do cubo. O resultado é deslumbrante, já que o açúcar vai infiltrando-se lentamente na bebida e formando uma cor turva na bebida.
     
    A origem do absinto
     

    Absinto no Brasil

    No ano de 2000, foi noticiado que o absinto estava proibido no Brasil, com a suspensão da importação e comercialização pelo Ministério da Agricultura. A decisão da suspensão da bebida se deu após a reportagem de denúncia no programa Fantástico da Rede Globo, sobre o comércio desenfreado da bebida e resultados do consumo irresponsável. Porém a bebida não foi proibida. Segundo a Dra Tânia Dias, do Ministério da Agricultura da época, apenas houve uma suspeita de irregularidade, por isso os fiscais recolherem amostras para serem analisadas e logo liberadas para comércio. No entanto, não é possível encontrar os famosos absintos no Brasil. Mesmo com fabricação e comercialização liberado, o absinto deve ser enquadrado dentro da lei brasileira de bebidas, que restringe o teor alcoólico máximo de uma bebida em 54%.
     

    As principais marcas de absinto

    Por conta da importação de absintos de média e baixa qualidade, é mais comum encontrar produtos adocicados, do “tipo absinto”. A bebida que é pouco explorada no mercado brasileiro, há algumas sugestões que ainda podem ser feitas, como:
     
    • Pere Kermanns: de origem francesa, foi criado por Pére Kermann’s durante a Belle Époque como um estímulo para as expressões de arte de grandes gênios da pintura e literatura. A bebida já foi proibida e hoje, reformulada, está presente em todos os locais que apreciam um bom licor a base de flores aromáticas, com teor alcoólico de 53,5%.
     
    • Lautrec: o absinto brasileiro é produzido pela DUBAR, a primeira empresa do destilado no Brasil. O seu teor alcoólico é de 50%.
     

    Drinks com absinto

    O absinto não se faz muito presente na coquetelaria brasileira, por razões apresentadas. Mas, ainda é possível realizar bons drinks com o destilado, como:
     
    • Fairy Cream:
    40ml de absinto • 40ml de creme de leite fresco • 25ml de licor de cacau escuro • 15ml de licor de cacau claro.
    Em uma coquetelaria com cubos de gelo, bata todos os ingredientes e coe duplamente para uma taça de martini sem gelo. Sirva.
     
    • Corpse Reviver #2
    30ml de gin • 30ml de triple sec • 30ml de suco de limão siciliano • 5 gotas de absinto
    Bata todos os ingredientes com gelo e sirva com coagem dupla em taça resfriada. Decore com cascas de limão siciliano.
     

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Vorus
    Gin Theros
    Vinícola Salton
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Makro
    Ecograph
    Santa Monica
    Blend Express
    Studio Cris Paola
    Inove
    MarketUp
    Ouro de Kaffa
    Astoria
    Italian Coffee
    Vem! Plast
    Visite São Paulo
    Madalena
    BeerSenses
    Casa Flora
    Paulaner
    Rj Carrinhos
    Franco Bachot
    Mobili Center Mesas e Cadeiras
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo