Vocalista Britânico Cleveland Watkiss se apresenta no Ao Vivo Music Eventos BaresSP 570x300 imagem
    curso-bartender-arroba.gif

    Vocalista Britânico Cleveland Watkiss se apresenta no Ao Vivo Music

    Vocalista Britânico Cleveland Watkiss se apresenta no Ao Vivo Music

    Por Carlos Prado | 17 de Dezembro 2007 - Publicado em 17 Dezembro 2007


    O cenário é composto a partir de um projetor no palco e o show fica por conta da interação entre som experimental, imagens e artistas performáticos. É com este estilo de apresentação que o vocalista, DJ e MC britânico Cleveland Watkiss mostra seu vozeirão no bar Ao Vivo Music, localizado em Moema, dia 18 de dezembro.

    “Vocal Suite” é o nome do projeto proposto pelo artista que possui como objetivo a união de experiências visuais e sonoras, utilizando imagens para traduzir um som específico. A idéia é acrescentar o olhar à experiência musical com a produção de um “dueto áudio visual”. No Ao Vivo Music, a diretora teatral, pesquisadora e atriz Luciana Saul― que já atuou na montagem “Solidão” de Steven Berkoff― fará o trabalho corporal para contribuir com a performance de Watkiss.

    As primeiras apresentações do “Vocal Suite” ocorreram em pequenas regiões da Inglaterra no outono de 2006 e ganharam o mundo desde então. Nascido em Hackney, no Reino Unido, Watkiss é filho de jamaicanos e possui oito irmãos. Seu primeiro tutor de voz foi o cantor de ópera Arnold Rose da London School of Singing. Ao longo de sua carreira, tocou no “Lovers Rock”, clube de sucesso na década de 70, e trabalhou com o lendário vocalista jamaicano Sugar Minott.

    Watkiss estudou voz, guitarra, piano e composição na renomada “Guildhall School of Music and Drama”, em Londres, e ainda foi pupilo do consagrado novelista Ray Shell, com quem desenvolveu técnicas de dramaturgia. Em 1985, entrou para o “Guardian Jazz Awards” e foi votado como o melhor vocalista por três anos consecutivos. Após o lançamento dos seus dois primeiros discos― “Green Chimneys” e “Blessing in Disguise”, lançados pela Polydor Records― Watkiss passou a dedicar-se à tecnologia moderna. Formou então um trio de drum n bass, o “Projeto 23”, com o baterista americano Marque Gilmore e o DJ Le Rouge. Foi a partir daí que Watkiss inovou ao levar para o club um processo da cultura moderna. Um verdadeiro mix de músicos de diversas linhas e tradições, improviso de Djs, imagens de vídeos e computadores, além de artistas performáticos e dançarinos.

    Ao lado de artistas como “The Royal Philharmonic Orchestra”, “Dusseldolf Symphonic Orchestra”, “James Taylor Quarter”, “Carlinhos Brown”, entre outros, Watkiss já fez diversas experiências vocais.

    Sobre o Ao Vivo
    A boa música tocada ao vivo, em shows nacionais e internacionais dos mais variados estilos, é a atração do Ao Vivo Music. Inaugurada em 2006, a casa de shows prima pela qualidade dos músicos que se apresentam, em uma atmosfera intimista que permite ao público vivenciar a música junto com os artistas. Além da programação exclusiva, a casa traz um ambiente cheio de bossa e cardápio variado, que inclui petiscos tradicionais e sanduíches, com toque especial.

    Com projeto da arquiteta Bel Frank, o imóvel foi todo remodelado e decorado com cores escuras, nos tons de vermelho, marrom e bege, para criar um clima aconchegante. A vedete da casa, o palco, fica bem próxima do público, o que permite a interação com o artista. A acústica e a iluminação foram pontos estudados com cuidado – dois focos de luz atingem pontos estratégicos: o palco e o bar.

    Toda a programação fica por conta dos produtores Marcelo Jesuíno e Juliana Amorim, que recebem e selecionam material de diversos artistas. No começo da semana, a casa privilegia a música instrumental e a MPB toma conta do ambiente no final da semana. Uma parceria com o Conservatório Souza Lima, também possibilita workshops e apresentações da escola.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo