Com queda de movimento após Lei Seca, bares e empresas apostam em bebidas sem álcool e parcerias de transporte Eventos BaresSP 570x300 imagem
    Arroba_marketUp1.png

    Com queda de movimento após Lei Seca, bares e empresas apostam em bebidas sem álcool e parcerias de transporte

    Com queda de movimento após Lei Seca, bares e empresas apostam em bebidas sem álcool e parcerias de transporte

    Por Luiz Felipe T. Erdei (Equipe Bares SP) | 28 de Agosto 2008 - Publicado em 28 Agosto 2008


    Diversos bares e restaurantes de São Paulo sentiram queda no movimento de seus estabelecimentos desde o dia 20 de junho, data em que foi aprovada a Lei Seca, que proíbe a ingestão de bebida alcoólica por motoristas.

    A Lei, que antes permitia até 6 decigramas de álcool por litro de sangue, o equivalente a dois copos de cerveja, permanece rígida. O condutor que não passar no teste do bafômetro perderá a carteira de habilitação durante um ano, terá seu veiculo apreendido e pagará uma multa de R$ 957,70. Se a quantidade for maior a 6 decigramas, o motorista pode até ser preso.

    Para não deixar que o movimento caia cada vez mais, alguns proprietários de bares planejam formas de atrair seus clientes, como contratar serviços de vans para garantir o retorno de seus clientes até as suas casas, bem como parcerias com táxis (com desconto ao final da corrida).

    Outra iniciativa adotada por bares e empresas do setor, por exemplo, é a criação de bebidas sem álcool, tais como caipirinhas, chopes, cervejas e outros.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo