Mês dos Namorados pede um jantar no escuro Eventos BaresSP 570x300 imagem
    bsp-arroba-CursoGestao-300x250px.gif

    Mês dos Namorados pede um jantar no escuro

    Ateliê No Escuro Gastronomia oferece jantares afrodisíacos

    Por S/A Comunicação  | 02 de Junho 2010 - Publicado em 31 Junho 2010


    Em junho o Ateliê No Escuro Gastronomia promete esquentar corações. Serão quatro jantares, cada um com menu elaborado especialmente para os enamorados.

    No restaurante Praça São Lourenço o cardápio terá pratos bem românticos e feitos no forno à lenha. Já no Café Journal vai predominar a sensualidade dos temperos orientais com notas picantes, aromáticas e doces.

    Para os que escolherem o jantar no restaurante Capim Santo, o tema vai ser a variedade da cozinha brasileira. E o clima espanhol vai esquentar o jantar no Bistrô Blés d’Or, o comensal poderá apreciar a comida e a música da Espanha.

    Praça São Lourenço
    Data: 10 de junho de 2010
    Local: R. Casa do Ator, 608 Vila Olímpia - Restaurante Praça São Lourenço
    Horário: 20:00
    Valor: R$120,00 sem vinho / R$140,00 com vinho

    Café Journal
    Data: 12 de junho de 2010
    Local: Al. Dos Anapurus, 1121 Moema – Café Journal
    Horário: 20:00
    Valor: R$280,00 o casal com vinho

    Capim Santo
    Data: 17 de junho de 2010
    Local: Al Ministro Rocha Azevedo, 471 Jardins - Restaurante Capim Santo
    Horário: 20:00
    Valor: R$130,00 sem vinho / R$160,00 com vinho

    Blés d’Or
    Data: 28 de junho de 2010
    Local: R. Tuim, 653 Moema
    Horário: 20:00
    Valor: R$125,00 sem vinho / R$145,00 com vinho

    Reservas
    E-mail: atelie@noescurogastronomia.com.br
    Telefone: Elis Feldman 8339-5099 / Maria Lyra 9690-7259

    O jantar
    Resgatar o prazer de comer e proporcionar uma vivência sensorial diferente. Esta é a proposta de um jantar onde as pessoas comem de olhos vendados.

    Na correria do dia a dia acabamos apreciando a comida mais com olhos do que com o próprio paladar. Foi o que perceberam as psicólogas Elis Feldman e Maria Lyra após jantar no escuro durante uma viagem a Paris. “Ao comer sem usar a visão, o alimento toma uma dimensão diferente. Descobrimos sua textura, o aroma e pequenos detalhes que acabamos não percebendo normalmente”, conta Elis.

    Para trazer a experiência ao Brasil, elas conceberam o Ateliê No Escuro Gastronomia, que promove jantares onde a degustação é feita com os participantes vendados. O menu oferece uma entrada, dois pratos e sobremesa. Eles são especialmente preparados para o grupo ao qual será oferecido. Restrições alimentares ou alimentos que sejam desagradáveis ao paladar do cliente devem ser informados. “A proposta é inovar, mas entendemos que gosto não se discute”, explica Maria.

    As bebidas servidas são água e vinho, sempre harmonizados com o menu sob a consulta de um sommelier. Além do cardápio, que apresenta sabores e texturas variadas, o ambiente também é pensado para explorar a audição, tato e olfato. Os jantares podem acontecer em restaurantes, residências ou empresas.

    Como Surgiu?
    O conceito do jantar às escuras foi inventado pelo alemão Andreas Heinecke, em Hamburgo e veio ao encontro de propostas e práticas há muito tempo gestadas pelas criadoras do Ateliê no Escuro. Desde a primeira experiência que vivenciaram em 2008, na França, ficou o desejo de propiciar aos outros o que ali havia sido despertado, e o Ateliê nasceu para realizar esta vontade. A ideia ganhou força e novas formas: não apenas a culinária, mas nutrição, psicologia, arte, música entre outras áreas se somaram ao Projeto no intuito de tornar cada vez mais sinestésica e transformadora esta experiência. Os jantares despertaram o interesse de um público de amantes de gastronomia e de novas experiências de vida.

    Quem são?
    Maria e Elis - Formadas em psicologia pela PUC-SP. Elis e Maria são parceiras de longa data na cozinha. Fizeram cursos e workshops variados de culinárias e, em março de 2008, criaram o Ateliê no Escuro Gastronomia, um conceito que une algumas de suas paixões: a arte de bem receber, a criação de novas percepções do mundo e de si, ma música, a gastronomia e a poesia.

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo