facebook tag
 
 
 Cidade de São Paulo recebe 2° Edição do Concurso Nacional Rabo de Galo Eventos BaresSP 570x300 imagem

Cidade de São Paulo recebe 2° Edição do Concurso Nacional Rabo de Galo

Evento de Mestre Derivan e Daniel Júlio possui entrada franca

Mateus Diniz Omena 

 

No dia 03 de Dezembro, a cidade de São Paulo receberá a 2° Edição do Concurso Nacional Rabo de Galo. O evento é promovido pelas referências mundiais Mestre Derivan e bartender Daniel Júlio, e busca despertar o interesse e elevar os conhecimentos dos amantes da bebida Rabo de Galo e dos profissionais em drinks e bares.

O concurso acontecerá no Leques Brasil Hotel Escola, das 13:00 às 20:00, no bairro da Liberdade. Este evento visa reunir bartenders e mixologistas de todo o país que prepararão receitas inéditas da bebida e o público poderá degustar gratuitamente as cachaças expostas no encontro.

Em 2017, o evento atraiu centenas de pessoas interessadas em conhecer mais sobre a origem do drink e seus variados sabores, sendo um verdadeiro sucesso.

“Temos o propósito de promover a Cachaça e criar uma grande possibilidade de diversificação de seu uso em cocktails. Para isso, vamos reunir um grande número de bartenders para uma festa de criações diversas e receitas exclusivas do Rabo de Galo, despertando o interesse dos mais jovens profissionais, em relação ao sabor da bebida e sua história”, comenta o Mestre Derivan, um dos idealizadores do evento. 

Um dos objetivos do concurso é que este drink seja o segundo coquetel brasileiro à base de Cachaça a ser inserido na lista da IBA - International Bartenders Association.

Essa seleta lista conta com quase 100 drinks considerados os clássicos do mundo e tem como base diversos destilados. Todo barman precisa conhecer e saber fazer estes cocktails.

O Brasil já consta nesta listagem com a Caipirinha, que é um drink muito apreciado e conhecido no mundo, sendo a responsável pela disseminação do consumo de Cachaça no mercado internacional.

“Queremos aumentar a presença brasileira nesta carta da IBA. Esta inclusão será uma nova jornada e um grande passo para a nossa coquetelaria e também para a Cachaça”, explica Daniel Júlio, um dos idealizadores do concurso. 

O drink Rabo de Galo, assim como a Caipirinha, é um patrimônio cultural do Brasil com mais de 64 anos de história. Sua propagação começou na cidade de São Paulo com a chegada de uma fábrica de bebidas na década de 1950. A indústria tinha como propósito atender os desejos por álcool dos imigrantes italianos. Contudo, estes consumidores encantados pela Cachaça não consumiam mais o Vermute, mas apreciavam muito o “ouro líquido brasileiro”.

Desse modo, foi criada uma mistura dos dois, inclusive com copo exclusivo, que continha marcação das doses. De acordo com relatos, o fundo do copo era mais grosso para aguentar a batida no balcão, na volta do gole. Além disso, a bebida seria nomeada como Cocktail, porém a ideia foi rapidamente rejeitada e substituída pela tradução da mesma palavra em português que, significa Rabo de Galo.

O Rabo de Galo, que inicialmente tinha em sua proporção original 2/3 de Cachaça para 1/3 de Vermute, nos dias de hoje não tem receita exata e nem há uma técnica fixa de prepato: as bebidas podem ser misturadas num mixing glass com gelo ou no próprio copo de servir.

Com essas nunces de preparo tornou-se a bebida mais consumida pela boemia no Brasil. Logo, esta bebida vem ganhando os holofotes, já que o estudo da origem da Coquetelaria Brasileira tem sido objeto de constantes pesquisas de bartenders e mixologistas, que querem resgatar as origens dos drinks.

 

 
 
 
 

 

BaresSP   BR3   DisplayFun   BaresSP eventos