Tudo sobre caipirinha Eventos BaresSP 570x300 imagem
    grupo-petropilis-arroba.jpg

    Tudo sobre caipirinha

    Tudo sobre caipirinha o drink mais consumido no Brasil

    Por Augusto Nascimento | 30 de Março 2021 - Publicado em 11 Março 2020


    Com uma das mais belas expressões da cultura brasileira, a cachaça, é feito um dos drinks mais consumidos no Brasil e no mundo. Presente em praticamente todos os bares e restaurantes brasileiros, a bebida é patrimônio imaterial do estado do Rio de Janeiro, segundo a Lei nº 4334. Composta de limão, cachaça, gelo e açúcar, a caipirinha é chamada ainda de “bebida símbolo do Brasil” no texto sancionado pelo governado Wilson Witzel em 2018. O drink figura entre os 30 coquetéis mais consumidos no mundo, pela revista Drinks International.
     
     

    O que é caipirinha?

    A caipirinha é uma bebida alcoólica brasileira, de origem paulista, feita com cachaça, limão, açúcar e gelo (Decreto n. 6,871/2009). A caipirinha é uma das maiores expressões da cultura brasileira. Admite variações na base de destilado, sendo preferível nesses casos variar o nome: caipiroska (vodka), caipirissíma (rum), saquerinha (saquê) etc. Também em decorrência da abundância das frutas em nosso país é comum adicionar outras frutas à receita: morango, maracujá, abacaxi etc. Nesses casos, é interessante nomeá-las de "caipifruta", tudo para resguardar a identidade da caipirinha tradicional.
     
    Outra característica da caipirinha é amassar o limão no copo, e não apenas usar o seu suco, como é comum em outros coqueteis irmãos (daiquiri, uisque sour, margarita). Isso deixa o drink extremamente aromático, já que a casca guarda o seu maior perfume.
     

    Origem da caipirinha

    Uma das versões conta que a caipirinha teria tido origem na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, como remédio. Assim, teria sido criada a partir de uma receita popular feita com limão, alho e mel e seria indicada para os doentes da gripe espanhola, em 1918. Como era bastante comum colocar um pouquinho de álcool em todo remédio caseiro, a cachaça era sempre usada. Aos poucos foi saindo o alho e o mel da receita, e entrando no lugar açúcar e gelo, já não mais como remédio, mas por prazer.
     
    Segundo outra versão, a caipirinha teria sido criada por fazendeiros na região de Piracicaba, como um drink local para festas e eventos de alto padrão, reflexo da forte cultura canavieira na região. A caipirinha, em seus primeiros dias, era vista como um substituto local do uísque e dos vinhos importados, sendo a bebida servida frequentemente em eventos de grande notoriedade da alta classe de fazendeiros.
     
    Como outros drinks da família dos sours, a caipirinha tem origem provável dos grogues, mistura de destilado, limão e açúcar, consumida pelos marinheiros durante o período da expansão marítima, como um tônico para evitar o escorbuto.
     
    Origem da caipirinha
     

    Bar de Caipirinhas

    O bar de caipirinhas pode ser implementado em qualquer grande festa, como casamento, aniversário, eventos corporativos, confraternização, entre outros. É sucesso certo. No entanto, é preciso levar alguns pontos em consideração:
     
    • Sabor: a receita original leva limão taiti, açúcar e cachaça. Ao misturar os ingredientes é preciso que cada um esteja na medida certa, equilibrando o sabor um do outro. Cuidado especial com o excesso de açúcar.
     
    • Variedade: aproveitar o potencial da variedade de frutas é essencial. Aposte nas caipifrutas de morango, maracujá, uva, kiwi e abacaxi. Com relação ao destilado, além da cachaça, fazem muito sucesso a caipiroska e a saquerinha.
     
    • Apresentação: ter uma apresentação exclusiva e sofisticada é essencial. O design do drink e do bar deve ser atraente e diferenciado. Apresente as frutas em fruteiras, mostrando seu colorido. Utilize copos transparentes que valorizam o visual do drink. Aposte na iluminação e uniformize a equipe.
     
     
    Variações de caipirinhas
     

    Receita de caipirinha

    Ingredientes
    1 limão taiti • 2 colheres (bar) de açúcar • gelo • 60 ml cachaça
     
    Macerar o limão com o açúcar no copo, delicadamente para não apertar demais a entrecasca do limão. Então, acrescentar o gelo e a cachaça. Misturar bem para dissolver o açúcar, gelar o coquetel e equilibrar os sabores.
    Se você preferir fazer na coqueteleira, o processo é o mesmo, só que em vez de misturar no final, é só fechar a coqueteleira e bater.
    A caipirinha tradicional é feita diretamente no copo, tendo um sabor mais intenso. Porém, é muito comum nos bares ela ser feita na coqueteleira, que dissolve melhor o açúcar, e deixa a caipirinha mais leve.
     

    Qual a melhor cachaça para caipirinha?

    Utilizar uma cachaça de qualidade é fundamental para o sucesso do drink. Junto com o limão e o açúcar, a cachaça compõe os aromas característicos da bebida. Geralmente prefere-se uma cachaça prata, que tem aromas mais suaves e frescos, deixando a caipirinha mais leve e refrescante. 
     

    Curiosidade sobre a caipirinha

    Tarsila do Amaral era apreciadora da cachaça e da caipirinha. “Quando Tarsila do Amaral morou em Paris, em meados de 1920, ela recebia cachaças enviadas do Brasil, com as quais ela preparava as caipirinhas. Tarsila apresentou a bebida mais brasileira de todas e o coquetel a Pablo Picasso”, conta Mestre Derivan, uma das maiores referências em cachaça e coquetelaria do Brasil.
    Augusto Nascimento

    Augusto Nascimento

    Bartender, mixologista e sommelier com mais de dez anos de experiência no setor de bebidas. É formado em Gastronomia pelo Senac-SP e Anhembi Morumbi, como bartender pelo DBA e sommelier de cerveja pela Doemens Academy. É coordenador de cursos do BaresSP, responsável pela área de coquetelaria e bar.

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Daiki Sake Seco
    Flavors
    Gin Arapuru
    Bates Gin
    Kawaii Gin
    Apogee Gin
    BUNN
    Casa Flora
    Fullfit
    Paulaner
    Vorus
    Enraizes
    Artesian
    Silver Seagers GIN
    Best Whip
    LaSpaziale
    Gin Theros
    Rural Mac
    Black Princess
    Stock
    Franco Bachot
    Tecnoline do Brasil
    Vinícola Salton
    Alequipa
    Grupo Petrópolis
    Jura Jorney
    BaresSP
    Paulistânia
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Tork
    Sabesp
    Vodka Icon
    Café Constantino
    Kaly
    Vem! Plast
    Cannon Ball Rum
    Santa Mônica
    Blend Express
    Studio Cris Paola
    Astoria
    Italian Coffee
    Madalena
    BeerSenses
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo