Tudo sobre vodka Eventos BaresSP 570x300 imagem
    arroba-nostalgia.jpg

    Tudo sobre vodka

    Tudo sobre vodka a bebida alcoólica da Rússia popular no mundo inteiro

    Por Michelly Lelis | 25 de Março 2020 - Publicado em 25 Março 2020


    A bebida nacional da Rússia é bastante popular e pode se encaixar em qualquer momento para ser apreciada. A vodka, ou vodca, se faz presente em diversos drinks famosos de bares e restaurante, inclusive no drink mais brasileiro: a caipirinha (mais chamada como caipiroska). Uma das suas principais características é sua versatilidade. Se consumida pura, é possível sentir o seu alto teor alcoólico que varia entre 35 a 60%, dependendo da marca. Mas, quando diluída em um drink, este teor chega a ser imperceptível. 
     

    O que é vodka?

    A vodka é uma bebida alcoólica nacional da Rússia, destilo obtido a partir de cereais ou tubérculos, ou seja, batata. O destilado diluído em água até a concentração desejada que, apesar de ser incolor, possui a variação de 35 a 60% de teor alcoólico. Com processo de fabricação semelhante ao uísque, a vodka é destilada em alta temperatura e depois submetida a filtragens químicas para neutralizar os aromas dos cereais. A bebida é mais consumida em países frios, principalmente no Leste Europeu, de maneira pura para que a degustação seja ainda melhor.
     

    A origem da vodka

    Não se sabe exatamente como a vodka surgiu. De acordo com o polonês W. V. Polkhlióbkin, no livro “Uma história da vodca”, a sua palavra significa “água” (em russo vodá), em sua forma diminutiva: “aguinha”. Outros dizem que o seu significado é “água da vida” e teria sua origem no medievo, quando se cogitava que o processo de destilação supostamente poderia levar à descoberta da eterna juventude. Desse modo, não se sabe ao certo se a sua origem foi na Polônia ou na Rússia de fato, mas os primeiros indícios da bebida aconteceram entre os séculos VIII e IX. Os historiadores acreditam que a vodka poderia ter surgido em Estado centralizado e autocrático, o que logo aconteceu em Moscou. Mas, o que se sabe é que o destilado pelas mãos da Rússia tzarista alcançou um padrão de qualidade elevado e já na segunda metade do século XIX começou a ser exportado. No século XX, a vodka chegou aos Estados Unidos e tornou-se a base dos mais variados coquetéis.
     

    Fabricação da vodka

    Semelhante ao processo do uísque, no entanto a vodka é preparada em altas temperaturas e depois submetida a filtragem química para neutralizar os aromas dos cerais, além da água agregada à produção. A vodka tornou-se muito popular no mundo todo a partir da década de 1970, quando diversos barman começaram a substituir bebidas destiladas tradicionais pela vodka na preparação de coquetéis. Atualmente é essencial em qualquer bar.
     
    A origem da vodka
     

    Consumo da Vodka

    Devido ao alto teor alcoólico, a vodka deve sempre ser servida como aperitivo, além de ser digestiva quando servida de maneira fria. Ao servir, o ideal é que tenha opções em temperatura ambiente, gelada e com pedras de gelo. Ter opções de bebidas para misturar, como refrigerantes, energéticos e xaropes, por exemplo, podem ser boa opção para quem não gosta de consumir a bebida pura. Ao consumir com energético, tome cuidado! Há risco de aumento de pressão arterial, como arritmia cardíaca.
     

    Tipos de vodka

    A bebida popular não possui uma diferenciação de tipos como acontece com o gin, uísque e rum. A vodka pode conter variações do seu teor alcoólico, a região que foi produzida, matéria-prima e o seu valor. Confira:
     
    • Teor alcoólico: quanto menor, mais fraca ela vai se apresentar; quanto maior, mais forte será a vodka. Na hora da compra é aconselhável observar este ponto para apreciar a bebida de maneira moderada. Como já dito, podem variar entre 30 a 60%, sendo que as vodkas russas sempre vão possuir 40% de teor alcoólico.
     
    • Região: no mercado há diversas opções de vodkas e suas regiões, vindas do Leste Europeu (Rússia e Polônia), Europa Ocidental (França, Suécia, Itália e Holanda) e outras destilarias vindas dos Estados Unidos e Inglaterra, por exemplo. Dentre elas, se destacam as francesas Grey Goose e Cîroc, a polonesa Belvedere, a sueca Absolut e as russas Smirnoff e Stolichnaya.
      Ocidental: reconhecida por ser pura e clara, a vodka possui um aroma neutro e um sabor de álcool limpo, geralmente suave. As técnicas de produção levaram a uma vodka com mínimas quantidades de resíduos aromáticas e de sabor;
      Polonesa: conhecida por sua pureza, mas cria uma vodka de sabor e aroma mais acentuado. Coma aroma adocicado discreto, proporciona paladar suave e um breve docinho na boca.
      Russa: sabor bem marcante, são agradáveis de se apreciar, e pode-se considerar suave. A principal característica é a forte sensação de queimação quando apreciada.
     
    • Matéria-prima: uma das partes mais importantes durante o processo e ela que diz o quanto a bebida custará. As vodkas mais baratas tendem a serem produzidas com uma combinação de ingredientes que são encontrados em grande quantidade. Já as mais caras, são feitas de um único ingrediente, como trigo, batata ou uva.
     
    • Preço: há uma grande variação de preços no mercado. A sugestão é escolher a vodka de acordo com o evento como, por exemplo, na elaboração de drinks até as mais baratas são ideais para satisfazer. Mas, caso a apreciação da bebida for de forma pura e moderada, a melhor escolha será a mais sofisticada.
     
    Tipos de vodka
     

    Principais marcas de vodka

    Assim como os outros milhares destilados, a vodka possui grandes marcas presentes no mercado atual, da mais simples até a mais elaborada. Confira agora as principais marcas de vodka presentes nas adegas, bares e restaurantes:
     
    • Smirnoff: de origem russa, a Smirnoff é produzida e consumida no mundo inteiro, já degustado por czares e nobres. O seu processo de destilação é dividido em três fases para levar ao consumidor um paladar aveludado, marcante e sofisticado com o seus 40% de ter alcoólico.
     
    • Absolut: a marca ganhou destaque por revolucionar o processo de fabricação da vodka: possui trigo de inverno selecionada, água da própria fonte e destilação contínua, um processo que remove todas as impurezas da vodka. Assim, apresenta um caráter suave e a notável pureza com também 40% de teor alcoólico.
     
    • Cîroc: de origem francesa, a bebida da marca é produzida através de uvas nobres, as Mauzac Blanc e Ugni Balc, presente nas mesmas regiões onde são cultivados os mais sofisticados vinhos franceses. Durante o seu processo, é utilizada a fermentação fria, o que resulta no frescor e as características marcantes da uva. Possui 40% de teor alcoólico.
     
    • Grey Goose: vencedora de diversos prêmios, a vodka Grey Goose é reconhecida mundialmente por ser uma das melhores marcas na categoria premium. Produzida na França, na região de Cognac, a bebida possui os melhores grãos franceses e água mineral filtrada da fonte Genté, além do seu processo de destilação ser dividido em cinco fases e possuir teor alcoólico de 40%.
     
    • Belvedere: foi a primeira marca de luxo no mercado brasileiro. O seu nome tem como significado “bonito de se ver”, o mesmo nome do Palácio Presidencial da Polônia. Considerada uma das mais suaves do mundo, a bebida é elaborada segundo uma tradição de mais de 500 anos e com um único tipo de grão, o centeio dourado Dankowskie, presente apenas na região de Mazovia, na Polônia.

    Drinks com vodka
     

    Drinks com vodka

    Como já evidenciado, a vodka é uma bebida alcoólica versátil e presente na elaboração de diversos drinks. O que não faltam são opções possíveis de se preparar de maneira fácil e ainda agradar todos com o resultado. Confira alguns drinks à base de vodka:
     
    • Caipiroska:
    Açúcar • limão • gelo • vodka.
    Macere os limões com açúcar em um copo para soltar o suco. Após, reúna-os com o gelo e vodka em uma coquetelaria e agite. Sirva.
     
    • Sex on the beach:
    Gelo • dose de vodka • licor de pêssego • suco de laranja • grenadine ou xarope de groselha.
    Use um copo long drink e o encha de gelo. Coloque a dose de vodka e depois metade um drink de licor de pêssego. Complete o copo com suco de laranja, deixando um dedo sobrando. Acrescente grenadine, ou o xarope de groselha, e sirva.
     
    • Moscow Mule:
    Gelo • suco de meio limão • dose de xarope de gengibre • 50ml de vodka • água com gás.
    Em um copo grande coloque bastante gelo. Esprema o suco de meio limão, acrescente a dose de xarope de gengibre e a vodka. Por fim, coloque água com gás e misture. Sirva.
     

     

    ATENÇÃO - Confirmar com o evento ou local se o mesmo estará aberto ou
    acontecerá devido aos acontecimentos e do COVID-19.
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Tudo sobre Bebidas

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista

     
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes

     
     

    Tudo sobre Delivery

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo