Como montar uma pizzaria Eventos BaresSP 570x300 imagem
    Arroba_marketUp2.png

    Como montar uma pizzaria

    Conheça os principais pontos para abrir o nova pizzaria no mercado

    Por Michelly Lelis | 05 de Junho 2020 - Publicado em 05 Junho 2020


    Abrir um novo negócio é sempre um novo desafio. Apesar de inaugurar uma pizzaria pareça ser simples, não é exatamente isso. Todos os dias são vendidas no Brasil mais de um milhão de pizzas, seja fazendo entrega ou fazendo um bom atendimento em uma pizzaria tradicional. Negócios voltados para o setor de alimentação têm um grande diferencial: a instabilidade constante. É preciso muito estudo, avaliar concorrência, adquirir equipamentos de qualidade, mão de obra especializada, obter um diferencial, localização, entre outros pontos importantes. Confira agora como montar uma pizzaria:
     

    Planejamento

    Presente em qualquer outro segmento, o plano de negócio é uma ferramenta que permite observar o negócio de uma forma mais realista, com detalhes, erros e o planejamento de o que fazer, como, quando e onde. Este documento deve ser o mais completo possível, abrangendo informações de mercado local, fornecedores, custos, investimento, estimativa de percentual de lucro e ganhos líquidos, quantidade de funcionários, parte organizacional, publicidade e muito mais. 
     
    Além disso, é de extrema importância escolher bem a localização do ponto comercial. Caso não tenha um valor alto e não saiba como abrir uma pizzaria, é possível começar na própria casa, claro, respeitando alguns espaços e regras de vigilância sanitária. Mas, com recursos financeiros, prefira escolher um local que esteja perto de vias de acesso e a área de grande movimento. Uma pizzaria bem localizada e estruturada atrai o público, é visível e possui um diferencial competitivo. Portanto, leve em consideração o seu público-alvo, os hábitos e onde eles transitam. Ademais, faça uma balança dos prós e contras de se instalar em um local pagando aluguel, pois é um custo mensal e pode comprometer a continuidade da pizzaria. Alguns pontos tornam o local mais atrativo, como:
     
    • Estacionamento;
    • Segurança;
    • Circulação do público-alvo;
    • Outros estabelecimentos próximos e não concorrentes;
    • Preço.
     
    Decidir os fornecedores também é importante. Poucas pessoas compreendem a relevância de encontrar bons fornecedores ao montar uma pizzaria, mas são eles serão influenciadores diretos no preço da pizza, qualidade e viabilidade financeira. Fornecedores com produtos de boa qualidade aumentam significativamente as chances das pizzas serem gostosas. Além disso, todos os negócios estão sujeitos a um mês fraco e, se o abastecedor não souber esperar para receber, é bem provável que a pizzaria não consiga adquirir os alimentos necessários para o preparo e, com isso, deixando de trabalhar e fechar as portas. Portanto, escolha bem o fornecedor: leve em consideração o preço, qualidade, prazos de pagamento e prazos de entrega. 
     
     

    Exigências legais e tributárias

    Antes de abrir o negócio é necessário regularizar a empresa. Tanto em órgãos como a Receita Federal, como a Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiro. Logo, é preciso fazer registro do empreendimento nos seguintes órgãos:
     
    • Junta Comercial;
    • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
    • Secretaria Estadual de Fazenda;
    • Prefeitura do Munícipio (alvará de funcionamento);
    • Entidade Sindical Patronal;
    • Caixa Econômica Federal (INSS/FGTS);
    • Vigilância Sanitária do Município;
    • Corpo de Bombeiros Militar.
     
    Além disso, no caso da tributação da pizzaria é preciso arcar com:
     
    • IRPJ (Imposto de Renda da Pessoa Jurídica);
    • ICMS (Importo Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços);
    • PIS (Programa de Integração Social);
    • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido);
    • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
    • INSS (Contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social);
    • ISS (Imposto Sobre Serviços).
     
    Caso o negócio seja uma ME ou EPP, é possível ter maior facilidade tributária, já que os empreendimentos podem ser inseridos no Simples Nacional. Esse sistema permite o pagamento de diversos impostos por meio de única DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). As MEs são as Microempresas e podem ter faturamento máximo anual de R$360.000,00. Já as EPP (Empresas de Pequeno Porte) podem faturar até R$3.600.000,00 por ano.
     

    Modelos de negócio para pizzaria

    Há diversos tipos de formatos e modelos de negócio para quem deseja montar uma pizzaria. Embora o objeto do negócio seja o mesmo, os modelos variam bastante. Os mais comuns são:
     
    Forneiras: pizzarias que oferecem produtos diferenciados. Uma forneria atende em sua maioria clientes de maior poder aquisitivo e em buscar de algo “gourmet”. Para esse modelo, é preciso de mais capital já que os investimentos de instalações e produtos serão maiores;
     
    Pizzarias à La Carte: é o formato mais tradicional onde o cliente escolhe a pizza a partir do cardápio sugerido.
     
    Pizzaria rodízio: trabalha com preço fixo e oferece uma gama variada de tipos de pizza. Em relação às instalações, não é necessário mais do que o convencional de uma pizzaria.
     
    Pizzarias delivery: a pizzaria pode ou não contar com instalações para atender os clientes. Neste negócio, a propaganda, qualidade e rapidez nas entregas são importantes, sendo os fatores decisivos do negócio.
     
    Pizzarias fast food: são as pizzarias que servem pedaços/fatias de pizza e o cliente escolhe o sabor no balcão. É possível investir ou não nas instalações. Quando se trata deste modelo, a localização é o ponto mais relevante, pois a maioria das pessoas compram por “passar na frente” e estar com pressa.
     
    Pizzas pré-assadas: são fornecidas com menor preço, pois demandam custos menores com espaço físico, funcionários etc.
     
    Carrinhos de pizzas: bom negócio para empreendedores que possuem poucos recursos para iniciar o investimento. 
     
     

    Cardápio

    As pizzarias trabalham com uma variedade de sabores e isso não é novidade. No entanto, há um diferencial naquelas que avisam aos clientes sobre os ingredientes da massa, e no caso de clientes veganos, isso é muito importante, já que eles não consomem ovos. Portanto, invista nos diferentes sabores, sem esquecer dos tradicionais, mas fique alerta sobre:
     
    Pizzas veganas: não levam nenhum produto de origem animal. Ou seja, nada de leite, queijo, ovo, mel, carne, presunto, frango ou frutos do mar até açúcar refinado. Pode uma pizza de rúcula com tomate seco e queijo vegano, marguerita, cogumelo, cebola na manteiga, palmito, milho ou até filé vegetariano (carne de jaca). 
     
    Pizzas vegetarianas: não leva carne animal, como peixe, gado ou frango, mas pode conter queijo, ovos, mel, leite, açúcar e derivados de soja. É possível apostar nas pizzas de queijo.
     
    Pizzas sem glúten e sem lactose: existem massas e recheios de pizzas alternativas para pessoas que tem algumas dessas restrições. Por isso, oferecer essas opções, mesmo que preparadas à la carte, é uma opção bem vista pelos clientes que querem estar com os amigos e família.
     

    Equipe e equipamentos

    Para montar uma pizzaria é preciso de pessoas boas para colocar em prática tudo que for necessário. Caso opte por ter um forno à lenha, por exemplo, é fundamental ter na equipe um pizzaiolo experiente ou tempo para treinar um. Além disso, não somente os funcionários que ficam na cozinha, como também aqueles que trabalham no salão e/ou realizam atendimento. É imprescindível ter uma pessoa capacitada para fazer as funções com êxito. Além disso, é preciso investir nos equipamentos para a pizzaria. Em primeiro caso, é necessário:
     
    • Forno – a gás, elétrico ou a lenha, dependendo do projeto;
    • Fogão;
    • Processador de alimentos;
    • Máquina fatiadora e frios;
    • Masseira;
    • Geladeira;
    • Freezer;
    • Refrigerador para bebidas;
    • Balança digital;
    • Mesas e tampos de trabalho;
    • Condimentadora e pizzaiola;
    • Gaveteiro para massas;
    • Pá de madeira e pá de ferro;
    • Espátulas, conchas, cutelos e facas grandes, tábuas de corte e rolos de polietileno;
    • Estoque de embalagens de pizza.
     
     

    Custos e investimentos

    É importante lembrar que é preciso separar um capital de giro para o negócio. Geralmente, é necessário contar com valores entre R$6.000,00 e R$9.000,00 por mês. Assim, o investimento aproximado para montar uma pizzaria fica entre R$ 31.000,00 a R$ 45.000,00, podendo ser maior ou menor, de acordo com o tamanho do negócio. Além disso, é preciso pensar em:
     
    • Equipamentos: R$14.000,00 e R$19.000,00;
    • Mobília: R$7.000,00 e R$11.000,00;
    • Custo de reforma do ponto comercial: R$2.000,00 e R$3.200,00;
    • Custo de abertura de empresa: R$800,00 e R$1.200,00;
    • Divulgação e publicidade de inauguração: R$400,00 a R$600,00;
    • Alimentos de preparo: R$700,00 a R$1.000,00.
     

    Atendimento

    Caso for trabalhar com rodízio ou à la carte, é primordial ter um bom atendimento. Contar com bons profissionais pode ser o responsável pelo sucesso ou fracasso do negócio. Procure manter um garçom para cada 5 a 6 mesas. Assim, eles poderão atender rapidamente as mesas e os clientes ficaram satisfeitos com o serviço. Além disso, invista na publicidade do negócio! Não deixe de realizar o marketing, através de panfletos ou redes sociais, antes e depois da abertura do negócio. É uma maneira prática e certeira de novos clientes.

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Vinícola Salton
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Vorus
    Gin Theros
    Makro
    Ecograph
    Santa Monica
    Blend Express
    Ouro de Kaffa
    Astoria
    Italian Coffee
    Studio Cris Paola
    Inove
    MarketUp
    Madalena
    Vem! Plast
    Visite São Paulo
    BeerSenses
    Rj Carrinhos
    Franco Bachot
    Mobili Center Mesas e Cadeiras
    Casa Flora
    Paulaner
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo