Saída de recursos financeiros no bar e restaurante Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner_silver-seagers_300x250.jpg

    Saída de recursos financeiros no bar e restaurante

    Confira algumas soluções saída de recursos durante o período de crise

    Por Tiago Damasi | 14 de Maio 2020 - Publicado em 14 Maio 2020


    Em tempos de crise, medidas devem ser avaliadas e aplicadas para manter o funcionamento do fluxo do caixa. Trabalhar há mais de vinte anos na área de hotelaria e alimentação proporciona diversos conhecimentos e a realização de medidas que devem ser tomadas para não perder o negócio. Com o cenário de crise atual da pandemia do novo coronavírus, o negócio deve conter uma boa gestão administrativa e financeira para contornar a situação. Confira algumas dicas a respeito das entradas e saídas de caixa do seu negócio:
     
    Primeiramente, se deve levar em consideração que o atual momento é ideal para refazer o negócio, não só em termos de serviço e contato com o consumidor, mas também revisar toda a estrutura de custos e despesas do estabelecimento. Em relação a isso, uma dica: o custo de mercadoria vendida carece ser muito bem controlada, não fazer estoque, procurar comprar à vista, caso houver saldo de caixa para isso, e até possíveis negociações com os fornecedores.
     
    Revisar o cardápio, buscar novas receitas e focar nos processos de produções rápidas e diretas, são algumas medidas para melhorar as saídas de recursos durante esse período. Com os funcionários se pode fazer um arranjo, principalmente aqueles que trabalham no salão, pois o foco durante esse período será na produção. Assim, há uma maneira que eles possam trabalhar gradualmente até que os bares e restaurantes possam funcionar normalmente.
     
    Já o custo de ocupação engloba o IPTU e o aluguel. O primeiro caso não terá sua cobrança suspensa, então é preciso permanecer honrando o compromisso. No entanto, é fundamental que haja uma boa negociação em relação ao aluguel. Caso o pagamento sempre tenha sido realizado de acordo com os prazos, é importante conversar diretamente com o proprietário do local para explicar a situação. Contudo, também é possível pensar na possibilidade de se instalar em outro local, pois, da mesma forma que alguns proprietários estão irredutíveis em relação aos aluguéis, existe a oportunidade de ir para outro espaço com uma cobrança menor.
     
     
    Ademais, é importante prestar atenção em relação as despesas e custos. Algumas medidas podem ser tomadas e ajudar a manter o fluxo de caixa elevado durante o período de crise, como:
     
    Controle de água e energia: diariamente, controlar o uso de consumo de energia e de água para que não se tenha nenhuma surpresa quando as cobranças ocorrerem;
     
    Suspender ou negociar: pender ou ajustar o contrato de todos os prestadores de serviço, em exceção ao contator e aos mais próximos. Prestar atenção que parte dos tributos foi suspensa, mas também houve uma prorrogação, ou seja, tomar cuidado com as datas de pagamento;
     
    Gastos fixos: abaixar a base de gastos fixos e ter uma proporção maior de gastos variáveis no momento é de extrema importância. A renegociação dos prazos, principalmente com o aluguel, como já dito, mas além disso, é relevante ganhar alguns dias para realizar o pagamento. É uma maneira de auxiliar e fazer a diferença no fluxo de caixa de operação;
     
    Pagamentos: ajustar os pagamentos para o último dia útil do mês pode ajudar, ou seja, realizar o vale no dia 20 do mês e a folha no quinto dia útil. Como há a incerteza de como os consumidores vão agir, não se sabe como a receita vai acontecer. Então, quanto mais controle no caixa e jogar a despesas um pouco mais para frente, é melhor;
     
    Orçamento base zero: é um conceito que também pode auxiliar no cenário atual. Diz respeito a projeção de receitas e despesas em cima de uma situação que não se tem histórico. É a situação que se encontra no momento. Ver realmente o que se precisa para seguir a operação;
     
    Rever descrição de cargos: entender a real necessidade da presença de certo posto no negócio. Não é a ideia de demitir alguém, mas de salvar o estabelecimento durante o cenário de crise; 
     
    Novos prestadores de serviços: aqueles que sugerirem novas formas de receitas, por exemplo, podem ser ouvidos desde que seja feito um contrato em cima de resultados.
     
     
    É importante ficar atento a outras linhas de crédito ou empréstimo que vão estar no mercado. Caso tenha optado por uma linha de crédito que não foi a melhor, outras linhas vão surgir, e sempre existe a portabilidade de uma dívida de um banco para o outro. Caso não exista uma condição de estar elegível para uma linha de crédito melhor, é por conta de uma pontuação de crédito ou recolhimento que não foi feito. Logo, é boa hora de ajustar toda a documentação da empresa.
     
    Além dos pontos apresentados, é fundamental trabalhar a receita sempre. Mais do que nunca estar atento a receitas e ao comportamento do consumidor para que se tenha uma nova forma de trabalhar e, consequentemente, receita entrando no caixa. 
     
    Para finalizar, é passar pelo período de crise e sair fortalecido. O negócio no “novo normal”, como o mercado tem chamado, deve estar revisado e ajustado com relação a sua estrutura de despesa e com as receitas suficientes para cobrir os gastos. Fique atento as associações de classe, aos comunicados da Abrasel, estar em contato com a contabilidade e outros grupos de donos de restaurante, como também buscar fontes de informações confiáveis durante esse período.
    Tiago Demasi

    Tiago Demasi

    Formado em Administração pela PUC e Senac, Contabilidade pela USP e Master in hotel pela FIU-USA, atendeu mais de 400 clientes em negócios de alimentação. Com 28 anos de trabalho na área de Hotelaria e Alimentação, dedica-se a trabalhos de resultado, e assessoria para investidores na área de alimentação.
    Tiago Demasi

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Paulistânia
    Virga Gim
    Gin Theros
    Jura Jorney
    Gin Arapuru
    Vinícola Salton
    Vodka Icon
    Casa Flora
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Daiki Sake Seco
    Silver Seagers GIN
    Apogee Gin
    Stock
    Café Passaport
    Ecograph
    Makro
    Kaly
    Vorus
    Santa Monica
    Blend Express
    MarketUp
    Italian Coffee
    Studio Cris Paola
    Astoria
    Inove
    Madalena
    Vem! Plast
    BeerSenses
    Franco Bachot
    Mobili Center Mesas e Cadeiras
    Paulaner
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo