Como montar uma cafeteria Eventos BaresSP 570x300 imagem
    banner-site-youtube.jpg

    Como montar uma cafeteria

    Veja como obter êxito ao investir em uma cafeteria

    Por Michelly Lelis | 25 de Maio 2020 - Publicado em 25 Maio 2020


    Nos últimos nove anos, o consumo de café fora de casa aumentou cerca de 30%, ou seja, uma oportunidade para a abertura de novas cafeterias. No Brasil, há mais de 3,5 mil, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e, além disso, mostra que o brasileiro mudou e os empreendimentos estão acompanhando tal mudança. O Brasil é o segundo país do mundo que mais consome café, atrás apenas dos Estados Unidos. Além disso, o consumo cresceu 4,8% de novembro de 2017 e outubro de 2017, como também está mais exigente: entre 2016 e 2019, o interesse pelo café gourmet passou de 6 para 12%. 
     
    O brasileiro, ao demonstrar mais interesse pelo assunto, busca informar sobre os tipos de café, sua produção, o maquinário, qualidade e demais pontos. Em relação aos outros países, o Brasil possui o café mais sustentável do mundo, aquele que é produzido buscando resultados positivos para o negócio, sociedade e meio ambiente. Mas, infelizmente, são poucos que investem nesse modelo, sendo um pouco mais de 1% das sacas industrializadas que se enquadram na categoria. No entanto, para abrir qualquer negócio, principalmente uma cafeteria, é preciso de um planejamento e dedicação do empreendedor. Pensando nisso, o BaresSP reuniu os principais pontos para auxiliar quem deseja entrar neste segmento. Veja agora como montar uma cafeteria:
     

    Localização da cafeteria

    É um dos pontos mais importantes. O acesso para os clientes deve ser fácil e/ou conveniente. Procure um local que tenha grande movimento, próximo a universidades, centros comerciais e escritórios, avenidas movimentadas, shoppings, aeroportos, centros médicos ou movimentação de turistas, por exemplo. Além disso, o ambiente deve ser agradável, para manter o cliente no local por mais tempo, ou seja, tenha uma boa decoração e iluminação.
     
    No entanto, procure antes considerar o perfil do público que vai frequentar a cafeteria, sem se esquecer de ter espaço para acomodação das mesas e cadeiras e ambiente para circulação comum. Há também os banheiros para clientes, cozinha com espaço para produção e circulação, estoque e o escritório. Sem esquecer do local para o caixa e balcão de atendimento.
     

    Conheça o seu café e negócio

    O empreendedor deve saber mais sobre o seu produto. É preciso estudar sobre o assunto e atualizar-se sobre as possíveis combinações dos aromas e sabores, sobre o preparo dos cafés e demais detalhes. A dica é procurar realizar curso de barista, bem como os funcionários, para estar dentro do segmento, compreender quais os processos de um bom café, os ingredientes adequados, o que pode ou não ser combinado, criação de novas bebidas e afins. 
     
    Ademais, é importante preparar um bom plano de negócios, contendo os produtos que estarão presentes no cardápio, fornecedores, pré-requisitos para a contratação dos funcionários, custos do investimentos, previsão de ganhos e outros pontos, como os registros necessários para tornar a empresa legal e demais partes burocráticas, resolvendo pendências com a Junta Comercial, Secretaria da Receita Federal, Prefeitura do Município, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Secretaria da Fazenda e Sindicato Patronal. Portanto, a cafeteria deve possuir Regularização sanitária, Responsabilidade técnica, Autorização do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição – Ecad, Prática de tabagismo e Acessibilidade das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Além de Licença ou Alvará de Funcionamento, Vistorias, Licença Ambiental e Licença Sanitária. 
     

    Definição do público-alvo

    Ao montar um negócio, diferentes pessoas devem frequentá-lo. Dentre eles, haverá um público-alvo, aquele que irá render mais para a cafeteria e será mais frequente. Logo, é preciso preparar toda a sua estrutura, marketing e atendimento para esse público e, a dica passa a ser: estude o mercado. Antes de abrir o empreendimento, levante alguns pontos: quem transita próximo ao local; o café terá custo elevado; acompanhamentos; ambientação; entre outros. Independente do público-alvo, ter Wi-Fi é essencial para conquistá-los ainda mais. Lembre-se: é difícil criar um ambiente que agrade todos os públicos. 
     

    Aparência e atendimento

    Caso visto que o público-alvo é jovem, trabalhe com detalhes, cores mais alegres e vivas por todas as partes. Brinque com os uniformes dos funcionários, bem como os produtos, música ambiente moderna e, claro, máquina de cartão de crédito. Mas, se o público for mais sofisticado, invista na harmoniza de cores pelo ambiente, com neutralidade, luzes mais baixas e um estilo rústico. Em ambos os casos, o atendimento deve ser o melhor possível. Evite demorar muito quando os servir. Treine toda a equipe para os atender de forma simpática e harmonizo possível. 
     

    Marketing para uma cafeteria

    Investir em sua divulgação é um dos principais pontos. Com uma fachada chamativa e convidativa, seguindo para a criação das redes sociais, com boas fotos dos ambientes e produtos. O Instagram costuma ser uma das redes mais vantajosas para esse negócio, já que permite a publicação e visualização de forma prática. Além disso, é fundamental possuir uma identidade visual e destacá-la em cada publicação e divulgação. O espaço também pode ser ponto de encontro para leitores poderem trocar experiências, por exemplo, como também ser local para lançamentos de livros, ou seja, eventos que atraia o público. 
     
    Além disso, é preciso estar preparado para entrar em um mercado concorrente. A concorrência é um benefício para o negócio, por mostra quais os diferenciais que a empresa e o ajuda a criar produtos e serviços melhores.
     

    Formação da equipe

    Para o funcionamento da cafeteira, é preciso ter uma boa equipe, capacitada para ajudar no êxito do negócio. Monte um time com almoxarife, atendente, barista, auxiliar de cozinha, caixa, comprador, cozinheiro, garçom, gerente, operador de caixa e serviços gerais. Ao abrir uma cafeteria, é normal não possuir uma grande equipe e o empreendedor acumular algumas funções. No entanto, fique atento para não sobrecarregar e prejudicar a cafeteria.

    Produtos, equipamentos e serviços

    Abrir uma cafeteria não é uma tarefa fácil, pois é um negócio que possui muitos produtos, equipamentos e serviços para um bom funcionamento. Alguns contém a opção de aluguel, portanto, realizar uma pesquisa para saber o que pode ser alugado ou não, pode melhorar no desenvolvimento negócio. Portanto, avalie qual é a melhor opção entre adquirir equipamentos novos, seminovos ou alugar. Independente, os equipamentos precisos são:
     
    Artigos para tabacaria • cafeteira • caixa registradora • computador • coifa • espremedor de frutas • estufa de salgados • filtro de água • fogão industrial • forno • forno micro-ondas • freezer • geladeira • liquidificadores • máquina de café • mesa de escritório • mesa para clientes •  moinho de café • vitrine para doces.
     
    Já em questão de utensílios, serão necessários:
     
    Copos de água • copos com alça para bebidas quentes • copos sem alça para bebidas frias • jarras de inox • mexedores • pincel para limpeza do filtro • porta-guardanapo • talheres • taças • xícaras.
     

    Cardápio da cafeteria

    Um menu com apenas cafés comuns não irá render grande sucesso. Procure trabalhar com inúmeras opções de cafés, com criação de novos drinks que são exclusivos em seu negócio, novos sabores e uso de grãos especiais, por exemplo. Caso exista um produto com um nome diferenciado e pouco conhecido, insira uma breve explicação sobre ele, por exemplo, deixando a equipe preparada para esclarecer também.
     
    Busque acompanhamentos, como bolos, salgados, tortas, produtos que combinem com a bebida principal. Lembre de nunca deixar falta ingredientes para um café. Além disso, ofereça a opção de café para viagem. É mais uma alternativa para o negócio e pode ajudá-lo a espalhar a marca, com copos especiais e com o logo da cafeteria, fáceis de carregar e que mantenha a temperatura da bebida.
     

    Como se destacar no mercado?

    Sendo uma tendência, muitos devem investir neste mercado, mas é preciso destacar-se para estabelecer o negócio. Muitas cafeterias estão investindo em novos processos e modelos produção, com o objetivo de aproximar o cliente e fazê-lo procurar o consumo de café fora de casa. Uma boa opção é o investimento no café verde e na moagem por conta própria. Dedica-se a moagem particular é um diferencial no mercado, mas, é preciso muita pesquisa sobre cafés especiais, estudos de mercado, visitas aos produtores e cursos de capacitação para avaliar todo o procedimento. 
     

     

     
     
     

    Fornecedores do Food Service

     
    Vorus
    Gin Theros
    Vinícola Salton
    Fernandes Araújo e CIA Contabilidade Empresarial
    Makro
    Ecograph
    Santa Monica
    Blend Express
    Inove
    MarketUp
    Ouro de Kaffa
    Astoria
    Italian Coffee
    Studio Cris Paola
    Visite São Paulo
    Madalena
    Vem! Plast
    BeerSenses
    Casa Flora
    Paulaner
    Rj Carrinhos
    Franco Bachot
    Mobili Center Mesas e Cadeiras
     

    Tudo sobre Gestão para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Marketing para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Bebidas
    +

     
     

    Tudo sobre Cafeterias, Cafés e Barista
    +

     
     

    Tudo sobre Equipamentos para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tecnologias para Bares e Restaurantes
    +

     
     

    Tudo sobre Delivery
    +

     
     

    Tudo sobre Leis para Bares e Restaurantes
    +

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo