1° Festival Nova Brasil Traz quatro Grandes nomes ao palco do Anhembi Eventos BaresSP 570x300 imagem
    arroba-banner-ecograph.gif

    1° Festival Nova Brasil Traz quatro Grandes nomes ao palco do Anhembi

    Maria Rita, Jorge Benjor, Nando Reis e Zeca Baleiro juntos no Anhembi

    Por Tudo em Pauta Comunicação | 29 de Junho 2010 - Publicado em 28 Junho 2010


    A rádio Nova Brasil FM, uma emissora moderna que nasceu para valorizar o artista brasileiro, preparou um grande evento no mês de agosto. O 1º Festival Nova Brasil reunirá quatro nomes da Música Popular Brasileira (MPB) num único dia para dividir com os ouvintes o que a cultura musical brasileira oferece. No palco da Arena Anhembi, quatro horas de show promete embalar o público no dia 28. A expectativa de público para o 1º Festival da Nova Brasil FM é de 30 mil pessoas.

    Há dez anos tocando o melhor da moderna MPB, a rádio atua em São Paulo, Campinas, Brasília, Recife e Salvador e mescla os clássicos com os novos talentos da nossa música brasileira. Hoje, tanto para o mercado publicitário, quanto para os artistas consagrados e para os que se revelaram nesse meio-tempo, a Nova Brasil FM garantiu seu espaço. São 24 horas tocando música de qualidade, além de notícias do Brasil e do mundo. Uma mistura de boa música com informação na dose certa.

    Os ingressos estão disponíveis para compra em São Paulo nas lojas FNAC (Paulista, Pinheiros e Shopping Morumbi), Lojas Saraiva Megastore (Shopping Morumbi, Shopping Eldorado, Shopping Ibirapuera, Shopping Anália Franco, Shopping Center Norte, Paulista), bilheteria Citibank Hall (Moema), bilheteria Teatro Abril (Bela Vista), bilheteria Auditório Ibirapuera (Moema) e Shopping Iguatemi. No Grande ABC e interior, os ingressos podem ser comprados na FNAC Campinas (Shopping Pq. D.Pedro), Saraiva Iguatemi Campinas, Ipiranga Gravatinha (Santo André).

    Para o Festival, a Nova Brasil FM escolheu quatro grandes nomes que tocam na sua programação musical. Os shows prometem trazer novos sucessos dos cantores, além das músicas do início da carreira.

    Maria Rita - Maria Rita começou a cantar profissionalmente aos 24 anos. Agora, com 30, não acha que foi tarde. "Você se achar no mundo é uma tarefa muito difícil", diz a jovem que se formou em comunicação social e estudos latino-americanos nos EUA. Filha de Elis Regina e Cesar Camargo Mariano, de tanto dizerem que ela precisava cantar, Maria Rita resistiu durante algum tempo. "Encaro a vida como um grande processo feito de vários pequenos processos no caminho. Sempre quis cantar. Mas a questão não era querer. Era por quê. Não gosto de fazer nada sem ter um porquê. Fica mais fácil quando você tem um objetivo, uma meta. O motivo passou a existir quando percebi que ficaria louca se não cantasse", afirma.


    Nando Reis – José Fernando é o nome de batismo do cantor Nando Reis. Vindo de uma família que sempre teve o costume de ouvir música – a mãe era professora de violão e fã de Jorge Benjor. O irmão Carlito o ensinou a ouvir rock’n'roll, a irmã mais velha Quilha o ensinou a tocar violão e levou Nando para seu primeiro show de Gal Costa e Gilberto Gil, quando ele voltou do exílio. O primeiro violão ele ganhou aos sete anos da Vó Jú. Foi em 1982 que Nando Reis subiu ao palco do Sesc Pompéia com o grupo Titãs e a história profissional de Nando Reis e seus companheiros inicia. Além do grupo, Nando seguiu com projetos solo e produziu o álbum “Dez de Dezembro”, uma homenagem para amiga Cássia Eller.


    Zeca Baleiro - José Ribamar Coelho Santos é um cantor, compositor e produtor maranhense nascido em 11 de abril de 1966. Desde pequeno, mais do que qualquer outra criança, Zeca, como era conhecido, adorava doce e sempre tinha uma bala ou outra para saborear. Esta é a origem do apelido, dado pelos colegas de faculdade, que se tornou parte do nome artístico do cantor. Em 1987 Zeca fez seu primeiro show e em 1988 participou do Festival de Música Popular Maranhense. Dez anos depois, em 1997, Zeca lança seu primeiro disco ““Por Onde Andará Stephen Fry?” e gravou o Acústico MTV com a participação especial de Gal Costa. O sucesso começou e Zeca não parou mais. Durante a carreira foram nove discos gravados e várias participações em trilhas sonoras, como com as canções “Quase Nada” (novela Estrela-Guia) e “Balada do Céu Negro” (novela Bang Bang). Em 2005, Zeca decide criar o seu próprio selo, o Saravá Discos.


    Jorge Benjor - Jorge Ben Jor explodiu com a música Mas Que Nada e logo em seguida ratificou seu talento com outro grande sucesso, Chove Chuva. Duas canções que nada tinham a ver com a bossa nova, nem com o samba tradicional. Os puristas achavam que sua música era moderna demais. Era difícil para os músicos da época acompanhá-lo, tanto assim que seus primeiros discos foram gravados com um conjunto que tocava jazz no Beco das Garrafas, o Meireles e os Copa 5. Na época do início da MPB, Jorge transitava como intérprete, pelos programas Fino da Bossa, comandado por Elis Regina e Jair Rodrigues, Jovem Guarda, de Roberto Carlos e O Pequeno Mundo, de Ronnie Von. Um artista que participava de um desses programas, imediatamente era proibido de cantar nos outros. A única exceção sempre foi Jorge Ben Jor.

    SERVIÇO
    Data| 28/08/2010
    Local| Arena Anhembi
    Horário| a partir das 15h.
    Ingressos| Valores válidos até 31/07/2010
    Pista: R$70
    Cadeira: R$120 (numerado)
    Camarote: R$120 (numerado)

    A partir de 01/08/2010
    Pista: R$120
    Cadeira: R$240 (numerado)
    Camarote: R$240 (numerado)
    Estudantes têm 30% de desconto

     

    TAGS
     
     
     
     

    Bares em São Paulo

     
     

    Notícias BaresSP

     

    BaresSP publicidade 980x90 bares


    topo