facebook tag
 
 
O que fazer na Avenida Paulista de domingo em São Paulo Eventos BaresSP 570x300 imagem

O que fazer na Avenida Paulista de domingo em São Paulo

O ponto mais querido da cidade oferece riqueza cultural e muito lazer

Mateus Diniz Omena 

 

Desde 2016, aos domingos, a Avenida Paulista permanece fechada para os carros, mas totalmente aberta para os pedestres e ciclistas aproveitarem tudo que o ponto turístico mais amado de São Paulo tem para oferecer.

O bloqueio da avenida em prol do lazer presenteou os paulistanos com a oportunidade de explorar esse local por meio de outro olhar, sem a pressa e o estresse do cotidiano, com mais carinho e admiração, e acima de tudo, com curiosidades.

Além de recarregar as energias para mais uma semana de trabalho, passear livremente pela Avenida Paulista é como absorver toda atmosfera de São Paulo em um único local, onde o passado e a modernidade caminham de mãos dadas e expõem as riquezas e diversidades culturais da cidade. Todos os visitantes voltam renovados para suas casas.

Se aventurar numa das vias mais movimentadas da terra da garoa também significa se divertir com a infinidade de museus, cinemas, teatros, livrarias e restaurantes que lhe dão charme e complexidade.

Conheça algumas das opções de lazer na Avenida Paulista e divirta-se!

- Japan House: fundada pelo governo japonês, a Japan House é um ponto de difusão de todos os elementos da cultura japonesa para a comunidade internacional. É um lugar equilibrado, inovador e transmite hospitalidade. A cidade de São Paulo foi uma das três localidades escolhidas para receber a Japan House, juntamente com Londres e Los Angeles. São casas que visam propagar todas as características do Japão, desde a cultura milenar até as perspectivas mais modernas. A Japan House São Paulo oferece exposições, workshops, shows, artes tradicionais, tecnologia, experiências gastronômicas, seminários temáticos, encontro de negócios, informações turísticas, café e biblioteca. A entrada é gratuita

- Itaú Cultural: desde 1987, o centro cultural é direcionado à pesquisa e produção de conteúdos, assim como o mapeamento, incentivos e difusão de manifestações artístico-intelectuais. Além do desejo de democratizar e promover a participação social, a instituição contribui para a valorização da cultura brasileira, marcada pela complexidade e pluralidade.

No Itaú Cultural, os visitantes têm ao seu alcance diversas exposições de artes, cursos, filmes, biblioteca e acervos culturais, programação de shows e teatro, e muito mais. A entrada é gratuita.

- Casa das Rosas: Mansão em estilo clássico francês que antigamente reunia a maioria dos milionários barões do café, a Casa das Rosas renasceu em um espaço cultural mantido pelo Estado de São Paulo.

Em 2004, o local foi reinaugurado como Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, um museu que passou a oferecer cursos, oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, lançamentos de livros, apresentações literárias e musicais, peças de teatro, exposição e, entre outros. A entrada na Casa das Rosas é gratuita.

- MASP: fundado em 1947, pelo empresário e mecenas Assis Chateaubriand, o primeiro museu moderno no Brasil passou a abrigar os mais importantes acervos de arte europeia do Hemisfério Sul. Atualmente, a coleção do MASP reúne mais de 10 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuários de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas.

Além disso, o museu apresenta o chamado “Vão Livre”, uma esplanada sob o seu edifício que foi planejada como uma praça para uso da população.

A entrada é gratuita para menores de 11 anos e Amigo MASP, e para todo o público somente às terças-feiras. Os ingressos custam R$ 35,00 para adultos e R$ 17,00 para estudantes, professores e maiores de 60 anos.

 - Comer no Bovinus: localizado no centenário Club Homs, com o famoso conceito fast-grill, o restaurante Bovinus é composto de três buffets, tendo uma grande variedade em saladas, pratos quentes e sobremesas, além de um buffet de sushis, sashimis e outras iguarias orientais. O grande destaque fica para o “Grill” com mais de 15 tipos de carnes nobres e peixes preparados na hora. Preços a partir de R$ 50,00. 

- Café no Starbucks: famosa pelos charmosos copões de café, a rede Starbucks tem mais de quarenta endereços por São Paulo, muitos deles nos bairros Jardins e Bela Vista. Bem sucedida, a cafeteria oferece frappuccino, servido gelado, com expresso, be um dos sabores escolhidos pelo cliente, que pode ser brigadeiro ou doce de leite. Aqueles que preferem opções mais simples podem acompanhar uma das delícias da vitrine, como os bolos, muffins, sanduiches e muito mais. Faixa de preço de R$ 5,00 a R$ 35,00. 

- Comprar no Shopping Paulista: desde 1989, o shopping é um dos principais pontos de encontro na Avenida Paulista. Com uma fachada neoclássica, que trouxe o imponente relógio fabricado nos Estados Unidos, o shopping une o tradicional com o inovador. O empreendimento busca satisfazer seus visitantes com lojas para os diversos estilos e afinidades, entre elas, Calvin Klein Jeans, Sephora, Zara, Fast Shop, Saraiva MegaStore, além de cinemas, restaurantes e inúmeras opções de lazer.